CARACTERÍSTICAS MORFOFENOLÓGICAS DE IMPLANTAÇÃO DE VIDEIRAS (VITIS VINIFERA) EM SISTEMA DE PRODUÇÃO ORGÂNICA NA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL
PDF

Como Citar

Farias, R. de M., Martins, C. R., Rossorolla, M. D., Chimelo, H. P., & Villela, C. E. (2006). CARACTERÍSTICAS MORFOFENOLÓGICAS DE IMPLANTAÇÃO DE VIDEIRAS (VITIS VINIFERA) EM SISTEMA DE PRODUÇÃO ORGÂNICA NA FRONTEIRA OESTE DO RIO GRANDE DO SUL. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6049

Resumo

O objetivo deste trabalho foi obter informações técnicas sobre a implantação de um vinhedo sob sistema orgânico nas condições edafoclimáticas da região da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. O trabalho foi conduzido na PUCRS – FZVA, Campus Uruguaiana, utilizando-se oito cultivares de videira (Vitis vinifera), Cabernet Franc, Cabernet Sauvignon, Merlot, Tannat, Muscat Alexandr, Marselan, Arinarnoa e Alicante, enxertadas em SO4, 3309 Couderc, 1103 Paulsen, SO4, 140 Rugger, 110 Richter, SO4 e SO4 respectivamente. Os dados obtidos foram avaliados ao longo do crescimento e desenvolvimento vegetativo das videiras em quatro épocas diferentes (out/02, jan/03, março/03 e abril/03). Dentro do manejo utilizado observou-se uma maior adaptação das cultivares Cabernet Sauvignon e Cabernet Franc em relação aos itens avaliados, como diâmetro de caule, crescimento medido pela altura das plantas, índices foliares e relação folha sadia/doente. Palavras chaves: videira, sistema orgânico, agroecologia
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.