RELAÇÕES ETNOAMBIENTAIS DE UMA COMUNIDADE INDÍGENA MBYÁ GUARANI: EVIDÊNCIAS DE MANUTENÇÃO DE CONHECIMENTOS E TÉCNICAS TRADICIONAIS

Como Citar

Delwing, A. B., Guadagnin, D. L., Calcanhoto, F. A., & Koch, V. (2006). RELAÇÕES ETNOAMBIENTAIS DE UMA COMUNIDADE INDÍGENA MBYÁ GUARANI: EVIDÊNCIAS DE MANUTENÇÃO DE CONHECIMENTOS E TÉCNICAS TRADICIONAIS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6043

Resumo

O estudo analisa a riqueza das interações de uma comunidade indígena Mbyá Guarani com o ambiente no contexto atual, evidenciando a existência de técnicas e conhecimentos tradicionais ainda utilizados como estratégias de sobrevivência. A Aldeia Indígena “Yrÿapu”, localizada no município de Palmares do Sul, região litorânea do RS, serviu como objeto de estudo para observação das relações estabelecidas entre a etnia e o ambiente. Os resultados apontam a existência de conhecimentos tradicionais botânicos e técnicas de manejo de recursos naturais ainda resguardados no arcabouço cultural da etnia. Sugere o acesso à terra, com riqueza de recursos naturais, como a forma mais adequada para a manutenção e compreensão dessas interações etnoambientais. PALAVRAS-CHAVE: indígenas, sustentabilidade, ambiente.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.