MULTIFUNCIONALIDADE DA AGRICULTURA E AGROECOLOGIA: GESTÃO INTEGRATIVA SOCIOAMBIENTAL DA PRODUÇÃO FAMILIAR

Como Citar

Ferraz, J. M. G., & Silveira, M. A. da. (2006). MULTIFUNCIONALIDADE DA AGRICULTURA E AGROECOLOGIA: GESTÃO INTEGRATIVA SOCIOAMBIENTAL DA PRODUÇÃO FAMILIAR. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/6001

Resumo

Ao longo da história da humanidade, a maneira de apropriação do espaço e dos seus recursos levaram ao desenvolvimento e decadência de diferentes civilizações. A Revolução Verde, por intermédio do modelo industrial-produtivista de apropriação da natureza, acelerou de forma alarmante a degradação ambiental e social do espaço rural a ponto de se tornar insustentável. A consolidação de um paradigma que proporcione condições de superação da crise socioambiental, tem na noção da multifuncionalidade da agricultura e no campo da agroecologia, as bases da ruptura com os princípios da Revolução Verde, pois consolidam, nas dimensões, social, ambiental e territorial, o avanço do conhecimento técnico-científico. Pesquisa conduzida em Araras, SP, indicou que a noção da multifuncionalidade, pode agir como facilitadora na transição agroecológica da agricultura familiar. PALAVRAS-CHAVE: multifuncionalidade da agricultura, agroecologia, agricultura familiar, sustentabilidade, políticas públicas.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.