REFORMA AGRÁRIA E AGROECOLOGIA: UM MODELO EM CONSTRUÇÃO

Como Citar

Nuñez, P. B., & Balem, T. A. (2006). REFORMA AGRÁRIA E AGROECOLOGIA: UM MODELO EM CONSTRUÇÃO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5975

Resumo

O presente artigo mostra a viabilidade de uma alternativa coletiva em assentamentos de Reforma Agrária, no município de Tupanciretã. A Feira de Produtos Coloniais da Reforma Agrária, constituída através de um processo coletivo, configura-se em um canal de mudança de modelo produtivo. Esta iniciativa insere-se em uma realidade adversa a Reforma Agrária e a Agroecologia, onde impera a grande propriedade e o monocultivo de soja. A consolidação da feira resultou numa aproximação das famílias envolvidas com a comunidade urbana tupanciretanense, na agregação de valor dos produtos dos assentados e na construção do modelo agroecológico. Cabe salientar que, a organização dos agricultores e a assistência técnica diferenciada foram potencializadores da concretização desta iniciativa. PALAVRAS CHAVE: Reforma Agrária, Comercialização direta, Agroecologia

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.