APROVEITAMENTO DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR NA PRODUÇÃO DE CARVÃO ATIVADO
PDF

Como Citar

Gonçalves, G. C., Mendes, E. S., Pereira, N. C., & Sousa, J. C. (2006). APROVEITAMENTO DE BAGAÇO DE CANA-DE-AÇÚCAR NA PRODUÇÃO DE CARVÃO ATIVADO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5957

Resumo

O bagaço de cana-de-açúcar excedente, gerado pela agroindústria sucroalcooleira, apresenta-se como um resíduo com grande potencial energético e industrial. Este trabalho teve como objetivo a preparação e caracterização de carvões ativados (C.A.) a partir do bagaço de cana, usando-se melaço de cana-de-açúcar como material aglomerante e CO2 como agente de ativação. O bagaço seco e o melaço foram misturados em diferentes relações mássicas bagaço:melaço de 1:0 a 1:2, peletizados, carbonizados em atmosfera inerte a 850°C por 1 hora e, então, submetidos a ativação a 850ºC, sob fluxo de 75 mL·min-1 de CO2 por 30 min. Com a variação na relação mássica bagaço:melaço foi possível produzir C.A. com áreas superficiais específicas de até 450 m2·g-1, com predominância de micro e mesoporos, nas condições ora empregadas. Além de apresentarem características de bons adsorventes, os C.A. possuem um baixo custo de produção devido às matérias-primas estarem disponíveis em abundância na usina. Palavras-chave : bagaço de cana-de-açúcar, carvão ativado, resíduo da agroindústria.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.