CRIAÇÃO DE Palmistichus elaeisis DELVARE & LASALLE 1993 (HYMENOPTERA: EULOPHIDAE) PARA PROGRAMAS DE CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS DE FLORESTAS

Como Citar

Santos, J. P. dos, Filho, E. B., & Fenili, R. (2006). CRIAÇÃO DE Palmistichus elaeisis DELVARE & LASALLE 1993 (HYMENOPTERA: EULOPHIDAE) PARA PROGRAMAS DE CONTROLE BIOLÓGICO DE PRAGAS DE FLORESTAS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5936

Resumo

No Brasil, a lagarta parda Thyrinteina arnobia é considerada a principal praga em plantios de eucalipto (Berti Filho, 1974) ocorrendo nos estados do RS, SC, SP, MG, RJ, ES, MT, MS, GO, DF, BA, PE, MA e AM (Berti Filho, 1974; Berti Filho, 1981). O himenóptero Palmistichus elaeisis é um endoparasitóide de pupas de T. arnobia e de outros lepidópteros pragas de florestas. Devido a importância do controle natural em florestas e pela escassez de informações, este trabalho teve como objetivos a criação do parasitóide P. elaeisis em hospedeiro alternativo. Observou-se a melhor temperatura de desenvolvimento do parasitóide, fornecendo-se desta forma subsídios para a criação massal em condições de laboratório, como apoio a programas de controle biológico. A criação foi conduzida no laboratório de Entomologia Florestal, do Setor de Entomologia da ESALQ/ USP, durante o período de 02 de agosto a 31 de outubro de 2001. Os estudos foram desenvolvidos com temperatura variável de 25o ± 5oC, 60 ± 10% de umidade relativa e fotofase de 12 horas. Avaliou-se o período médio de parasitismo, através da verificação da data de emergência dos parasitóides, observando-se também o número de orifícios das pupas. A faixa de temperatura mais adequada para o desenvolvimento do parasitóide, foi de 27,1o C a 29,3o C. O período médio de parasitismo foi de 17,38 dias e na maioria das pupas, observou-se apenas um orifício de saída circular. O parasitóide P. elaesis apresenta condições de se desenvolver em pupas do hospedeiro alternativo D. saccharalis. PALAVRAS-CHAVE: Controle biológico de pragas, Palmistichus elaeisis, parasitóide.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.