BANCOS ATIVOS DE GERMOPLASMA DA EMBRAPA CLIMA TEMPERADO: RESGATE, CARACTERIZAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS

Como Citar

Barbieri, R. L., Castro, C. M., Choer, E., Raseira, M. do C. B., Leite, D. L., Castro, L. A. S. de, Pereira, A. da S., Muira, A. C., Garrastazú, M. C., Oliveira, R. P. de, Mariot, M. P., Sinigaglia, C., Bento, L. H. G., & Dornelles, J. E. F. (2006). BANCOS ATIVOS DE GERMOPLASMA DA EMBRAPA CLIMA TEMPERADO: RESGATE, CARACTERIZAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE RECURSOS GENÉTICOS. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5922

Resumo

Recursos genéticos são uma parte essencial da biodiversidade, responsáveis pelo desenvolvimento sustentável da agricultura e da agroindústria. No entanto, a moderna tecnologia agrícola e a introdução de novas variedades de alto rendimento vêm eliminando, nas plantas cultivadas, uma ampla taxa de sua variabilidade genética, resultante de milhares de anos de evolução. A diversidade dos parentes silvestres destas plantas também está em declínio, devido à expansão das áreas urbanas e das fronteiras agrícolas. Nesse contexto, são de grande importância os bancos ativos de germoplasma, os quais têm como objetivos evitar a perda de recursos genéticos, identificar e caracterizar genótipos, e conservar fontes de genes para uso atual ou futuro. Desde os anos 80 a Embrapa Clima Temperado, localizada em Pelotas, RS, vem mantendo bancos ativos de germoplasma de várias espécies cultivadas e silvestres. Os acessos são adquiridos através de expedições de coleta e de intercâmbio com outras instituições de pesquisa do país e do exterior. Atualmente, estão sendo conservados 133 acessos de batata cultivada, 185 de batatas silvestres (Solanum spp), 33 de batata-doce, 96 de cebola, 33 de cenoura, 148 de cucurbitáceas, 115 de espinheira-santa, 132 de fruteiras nativas, 269 de pimentas e 1155 de prunóides. Palavras-chave: biodiversidade, agricultura sustentável, olerícolas, fruteiras, plantas medicinais.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.