CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE GESTÃO AMBIENTAL DO ALTO URUGUAI CATARINENSE: A CONTRUÇÃO PARTICIPATIVA DO TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA DA SUINOCULTURA
PDF

Como Citar

Pillon, C. N., Miranda, R. K., Coldebella, A., & Guidoni, A. L. (2006). CONSÓRCIO INTERMUNICIPAL DE GESTÃO AMBIENTAL DO ALTO URUGUAI CATARINENSE: A CONTRUÇÃO PARTICIPATIVA DO TERMO DE AJUSTAMENTO DE CONDUTA DA SUINOCULTURA. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5918

Resumo

Ações de melhoria da qualidade ambiental promovidas por diversas instituições de forma segmentada, parcial e sem uma metodologia adequada determinam pequenos avanços comparados ao esforço e recursos investidos. O objetivo deste artigo é democratizar as experiências de criação e atuação de um instrumento de gestão ambiental participativa (Consórcio Lambari) e contextualizar a sua participação na elaboração de políticas públicas e de legislação (Termo de Ajustamento de Conduta da Suinocultura) em dezenove municípios do meio oeste catarinense. Palavras-chave: Meio ambiente; legislação ambiental; participação social.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.