AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE FEIJÃO EM CULTIVO ORGÂNICO
PDF

Como Citar

Hemp, S., Monegat, C., & Scherer, E. E. (2006). AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE FEIJÃO EM CULTIVO ORGÂNICO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5915

Resumo

Cresce o número de consumidores e agricultores interessados por alimentos denominados orgânicos, produzidos sem agroquímicos. O objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes genótipos de feijão em cultivo orgânico. Durante três safras agrícolas, foram avaliados 22 diferentes genótipos de feijão pela Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), em Chapecó-SC. Os experimentos de campo foram conduzidos em blocos casualizados com quatro repetições. A semeadura foi com saraquá (matraca) em sistema de plantio direto, sobre aveia-preta e nabo forrageiro, manejados com rolo-faca. Anualmente o sistema foi adubado com adubo orgânico, na forma de cama de aviário. O rendimento de grãos em algumas épocas foi prejudicado por déficit hídrico, porém a média dos rendimentos dos experimentos, durante as três safras, é um indicativo do desempenho dos genótipos avaliados. Destacaram-se os de grãos pretos Copinha e Azulão e o do grupo carioca SCS 202 – Guará, com médias de 1763, 1655 e 1891 kg/ha, respectivamente. Palavras-chave: Feijão, Phaseolus vulgaris, genótipos feijoeiro, cultivo orgânico.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.