AVALIAÇÃO DE CULTIVARES PARA PRODUÇÃO DE BATATA ORGÂNICA

Como Citar

Silva, A. C. F. da. (2006). AVALIAÇÃO DE CULTIVARES PARA PRODUÇÃO DE BATATA ORGÂNICA. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5890

Resumo

Com o objetivo de verificar a viabilidade de produção de batata orgânica no plantio de inverno, bem como determinar as cultivares mais promissoras, conduziu-se um experimento na Epagri/Estação Experimental de Urussanga e três unidades de observação em propriedades de agricultores, na região do Litoral Sul Catarinense. Foram testados o clone EEI-004 e as cultivares Epagri 361-Catucha, Baraka, Astrid, Baronesa e Monalisa. Aplicou-se no sulco de plantio adubo orgânico na forma de composto, cama-de-aviário e esterco de gado, curtidos. Os tratamentos fitossanitários constaram de quatro a dez pulverizações semanais, em sucessão, com chá de cavalinha-do-campo, chorume de urtiga, calda bordalesa e calda sulfocálcica e mais duas pulverizações com urina de vaca a 1%. Avaliou-se a incidência de doenças foliares e o rendimento total e comercial de tubérculos colhidos. Os resultados obtidos revelaram rendimentos satisfatórios de batata orgânica de boa qualidade e aparência, utilizando-se cultivares resistentes às doenças foliares. A cultivar Epagri 361-Catucha destacou-se como a mais promissora para o cultivo orgânico . Palavras-chave: batata orgânica;plantio de inverno; cultivares; produtividade;qualidade.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.