AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS DE CULTURAS AGRÍCOLAS PELO MODELO DE MATRIZ DE INTERAÇÃO.

Como Citar

Corneta, Érico M., Vasconcellos, M. C., Nappo, M. E., & Corneta, C. M. (2006). AVALIAÇÃO DE IMPACTOS AMBIENTAIS DE CULTURAS AGRÍCOLAS PELO MODELO DE MATRIZ DE INTERAÇÃO. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5887

Resumo

O modelo de avaliação de impactos ambientais por matriz de interação é um método consagrado de predição de impactos em empreendimentos da construção civil, indústrias, usinas, usado como base para tomada de decisão quanto à medidas pertinentes em relação a esses empreendimentos impactantes em suas diversas fases de operação, sendo essas de caráter metigador, corretivo e compensatório, adequando o empreendimento, a operar de forma mais sustentável ambientalmente. A agricultura ecológica é a grande saída para a crescente preocupação com a sustentabilidade dos sistemas agrícolas e o uso dos recursos naturais, mas enquanto a conscientização não abrange todos os produtores, é necessário que caminhemos em sentido à agroecologia, mesmo que a passos curtos. O uso do modelo de matrizes é uma ferramenta que expõe nesse caso os pontos mais impactados de forma negativa pela agricultura e as suas etapas de produção, direcionando medidas que devemos tomar para melhorarmos a qualidade ambiental do sistema e conseqüentemente a nossa qualidade alimentar e de vida, sendo isso um grande passo em direção a uma agricultura ecológica. PALAVRAS CHAVES: impactos ambientais, matriz de interação, sustentabilidade, café.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.