FENOLOGIA E DESENVOLVIMENTO DE MELOEIRO SOB
PDF

Como Citar

Schiedeck, G., Martns, S. R., Hoppe, M., & Fernandes, H. S. (2006). FENOLOGIA E DESENVOLVIMENTO DE MELOEIRO SOB. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5845

Resumo

Foi realizado um experimento no campus da UFPel, entre janeiro e abril de 2000, para avaliar a fenologia e o desenvolvimento de meloeiro cultivado sob adubação orgânica em estufa plástica. As plantas foram cultivadas em abrigo tipo Túnel Alto com 307,3 m2, coberta com PEBD de 150µ de espessura. Como fonte de matéria orgânica foi usado vermicomposto bovino e cinza de casca de arroz. Foi utilizada a cultivar híbrida Trusty SLS, conduzida tutorada, na densidade de 4 plantas.m-2. A semeadura foi realizada em 27 de janeiro e o transplante em 24 e 28 de fevereiro. O florescimento, início e final do rendilhamento ocorreram aos 49, 62 e 78 dias após a semeadura, respectivamente. A colheita foi realizada antecipada, aos 85 dias da semeadura, em função da ocorrência de míldio. O padrão médio dos frutos foi de 377 mm de circunferência e 763 g de massa. Os resultados evidenciaram a viabilidade da produção de meloeiro sob adubação orgânica em ambiente protegido no final do verão e início do outono, desde que cuidados fitossanitários sejam adotados. Palavras-chave: Cucumis melo, agroecologia, adubação orgânica, cultivo protegido.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.