A FORMAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
PDF

Como Citar

Nicola, M. P., & Diesel, V. (2006). A FORMAÇÃO DE CAPITAL SOCIAL E O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/5829

Resumo

O presente trabalho investiga a influência do trabalho participativo dos técnicos na evolução do capital social na comunidade rural do Carro Quebrado, município de Pinheiro Machado-RS, que compõe em conjunto com outros três municípios da serra do sudeste, a área fisiográfica do Projeto Área Piloto de desenvolvimento microrregional sustentável e participativo. A metodologia utilizada envolveu, revisão bibliográfica, análise de dados secundários, entrevistas guiadas/diretivas com informantes-chave, aplicação de escala de medição da evolução do capital social e uma reunião na comunidade com utilização da técnica de visualização móvel. Como resultado destaca-se o significativo avanço nos seis elementos do capital social nos níveis, macro, meso e micro, após o início do Projeto Área Piloto, e o reconhecimento de uma relação positiva entre, a ação dos agentes de desenvolvimento municipais na comunidade e os avanços verificados em capital social. Apesar desses avanços, o estoque atual de capital social no Carro Quebrado, possui um amplo potencial de crescimento à medida que limitações no processo participativo vão sendo superadas e se intensificam a democracia e a cidadania num contexto mais além da comunidade. PALAVRAS-CHAVE: participação, desenvolvimento sustentável, capital social.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.