PARA QUEM É ESSE LUGAR?
PDF

Palavras-chave

questões raciais, lócus de enunciação, agroecologia, poder.

Como Citar

Delfino Motta, V. (2022). PARA QUEM É ESSE LUGAR? Problematização sobre a presença não branca nos espaços de visibilização da agroecologia. Revista Brasileira De Agroecologia, 17(3), 222–241. Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/23557

Resumo

A pandemia transformou as formas de comunicar os conhecimentos produzidos pelas pessoas que atuam no movimento agroecológico. Um dos principais caminhos para refletir sobre as propostas da Agroecologia foram as Lives, diálogos virtuais, que foram transmitidos durante o ano de 2020-2021, com diversos temas que ecoaram em vários cantos do Brasil e do mundo visibilizando ideias e pessoas detentoras do poder de fala. Esse trabalho tem como objetivo analisar quem ocupou esses espaços, conectando as categorias gênero e raças com os temas trabalhados. A pesquisa busca compreender como a presença de corpos racializados e generificados refletem o compromisso na materialização de 2 proposições políticas: “sem feminismo não há Agroecologia”; “se tem racismo não tem Agroecologia” e como os canais virtuais de importantes coletivos que compõe o campo agroecológico fortalecem, a partir da comunicação, a consolidação (ou não) da Agroecologia feminista, diversa e antirracista. A pesquisa mostrou que as mulheres ocuparam a maior parte dos espaços de evidência e de fala, mas também ressaltou a ausência de pessoas não brancas nos espaços de fala.

PDF

Referências

BERNADINO-COSTA, Joaze; GROSFOGUEL, Ramón. Decolonialidade e perspectiva negra. Revista Sociedade e Estado, v.31, n. 1, p. 17, 2016. Disponível em:<https://www.scielo.br/j/se/a/wKkj6xkzPZHGcFCf8K4BqCr/?format=pdf&lang=pt> Acessado em: 26 set. 2022.

COSTA, Maria da Graça; DIMENSTEIN, Magda; LEITE, Jáder. Narrativas e feminismo em disputa na construção do conhecimento agroecológico em Brasil. Revista Pesquisa e Práticas Psicossociais, v. 15, n. 4, p.12, 2020. Disponível em:<http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1809-89082020000400013> Acesso em: 26 set. 2022.

DUSSEL, Enrique. Europa, modernidade e eurocentrismo. In: LANDER, Edgardo (Org.) A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais perspectivas latino-americana. Buenos Aires:Clacso, p. 55-70, 2005. Disponivel em:<https://ufrb.edu.br/educacaodocampocfp/images/Edgardo-Lander-org-A-Colonialidade-do-Saber-eurocentrismo-e-ciC3AAncias-sociais-perspectivas-latinoamericanas-LIVRO.pdf> Acesso em:26 set. 2022.

FRANKENBERG, Ruth. The social construction of Whiteness: White women, race matters. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1993.

MOTTA, Vívian Delfino. Por uma Agroecologia Antirracista. Anais do III CIFA, Cadernos de Agroecologia, v. 15, n. 3, p.1-4. 2020. Disponível em: <http://cadernos.aba-agroecologia.org.br/index.php/cadernos/article/view/6396/2435> Acesso em:26 set. 2022.

MOTTA, Vivian Delfino. Agroecologia Antirracista: Insistência. Cadernos de Agroecologia- Diálogos e Convergências:Mulheres, Feminismos e Agroecologia. v. 16, n. 1, p.2-9, 2021. Disponível em: <https://cadernos.aba-agroecologia.org.br/cadernos/article/view/6610/4903> Acesso em:26 set. 2022.

MOTTA, Vivian Delfino. Mulher(es) e Agroecologia: a diversidade falada, mas ainda escondida, In: BIDASECA, Karina A. ; SIERRA, Marta (Org.). El Amor como uma Poética de la Relación: Discusiones Feministas y Artivismos Decoloniales. Buenos Aires:Clacso. 2022. p.149-155. Disponível em:<https://biblioteca-repositorio.clacso.edu.ar/bitstream/CLACSO/169333/1/El-Amor-como-poetica.pdf#page=150> Acesso em: 26 set. 2022.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder, Eurocentrismo e América Latina. In: LANDER, Edgardo (org.). A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais: Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: Editora da CLACSO, p.117-121, 2005. Disponível em < https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4109238/mod_resource/content/1/12_Quijano.pdf> Acesso em: 26 set.2022.

SILVA, Marcio G. Trabalho, Agricultura Camponesa, Agroecologia. Revista Inter-Ação, v.42, n. 2, p.1, 2017. Disponivel em: <https://revistas.ufg.br/interacao/article/view/45702/24708> Acesso: 26 set. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Vivian Delfino Motta