VULNERABILIDADES E PERSPECTIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR FRENTE À PANDEMIA DE COVID-19
PDF

Palavras-chave

Agroecologia
Estratégias de Mercado
Sustentabilidade
Segurança alimentar e nutricional

Como Citar

Antonio, G. J. Y., de Assis, R. L., & Aquino, A. M. de. (2021). VULNERABILIDADES E PERSPECTIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR FRENTE À PANDEMIA DE COVID-19: EXPERIÊNCIAS NOS AMBIENTES DE MONTANHA DA REGIÃO SERRANA FLUMINENSE. Revista Brasileira De Agroecologia, 15(4), 101–113. https://doi.org/10.33240/rba.v15i4.23277

Resumo

No atual contexto da pandemia de COVID-19, as populações em condições sociais desfavoráveis são mais frágeis. A agroecologia, o consumo responsável e o comércio justo são estratégias para reduzir essa vulnerabilidade. Experiências na Região Serrana Fluminense, relativas ao meio rural para mitigar as consequências de tragédia ambiental ocorrida em 2011, bem como o cenário produtivo e de mercado da agricultura orgânica podem ser referência para reversão dos efeitos decorrentes da pandemia. Utiliza-se entrevistas, revisão bibliográfica, análise documental e conhecimento da realidade agrícola local. Conclui-se que sociedades sustentáveis demandam uma agricultura com sistemas de produção diversificados e políticas públicas voltadas para o fortalecimento das organizações sociais, que reconheçam a importância das questões de gênero, contribuam para processos coletivos de construção de conhecimentos adequados, e favoreçam estratégias de mercado justo, aproximando agricultores e consumidores.

https://doi.org/10.33240/rba.v15i4.23277
PDF

Referências

AGROECOLOGY EUROPE. Agroecology and Food Sovereignty to face COVID-19 crisis. Disponível em: <https://www.agroecology-europe.org/wp-content/uploads/2020/05/Agroecology-and-Food-Sovereignty-to-face-COVID-19-crisis-AEEUYN.pdf>. Acesso em 05 de maio de 2020.
AGUIRRE, P. Instituto de Salud Colectiva, Universidad Nacional de Lanús – UNLA. Buenos Aires, 2020. Sociedad Argentina de Agroecología – SAAE. Disponível em: <https://mail.yahoo.com/d/search/name=Patricia%2520Aguirre&emailAddresses= patriciaguirre2%2540gmail.com&listFilter=FROM&contactIds=179e.f0a9/messages/AMxBFBw-pRq3XnlVaQA6mCTmzhk?.intl=br&.lang=pt-BR&.partner=none&.src=fp>. Acesso em 04 de maio de 2020.
ALMEIDA, L. H. M. de. Quintal agroecológico: uma abordagem para a disseminação de práticas agrícolas amigáveis em unidades familiares na Região Serrana Fluminense. Dissertação (Mestrado em Agricultura Orgânica). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2014, 32p.
ALTIERI; M. A.; NICHOLLS, C. I. La Agroecología en tiempos del COVID-19. Medellín: Centro Latinoamericano de Investigaciones Agroecológicas, 2020. Disponível em: <https://www.clacso.org/pt/la-agroecologia-en-tiempos-del-covid-19/>. Acesso em 03 de maio de 2020.
ANTONIO, G. J. Y.; ASSIS, R. L. de; AQUINO, A. M. de; RIFAN, A. M.; PINTO, M. C. E. The adoption of green manure processes applied to vegetable cultivation systems in mountainous environments of Rio de Janeiro State, Brazil. Berlin: Open Agriculture, v.4, p.446-451, 2019. Disponível em: <https://www.researchgate.net/publication/335346723_The_adoption_of_green_manure_processes_applied_to_vegetable_cultivation_systems_in_mountainous_environments_of_Rio_de_Janeiro_State_Brazil>. Acesso em 04 de janeiro de 2020.
ANTONIO, G. J. Y. Constituição de tecnologias sociais a partir de processo de desenvolvimento territorial endógeno: a experiência de ações participativas junto a sistemas de produção familiares em ambientes de montanha em Nova Friburgo (RJ). Dissertação (Mestrado em Agricultura Orgânica). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2017, 116p.
APHERJ; SINDAF/NF; CONRURAL; CMDRS; SINDICATO RURAL DE NOVA FRIBURGO; SINDICATO RURAL DE TERESÓPOLIS; COOPERATIVA DE MULHERES – RURAL LEGAL. Carta aberta da agricultura familiar da Região Serrana do estado do Rio de Janeiro. 2020. Disponível em: <file:///C:/Users/User/Documents/Carta%20aberta%20Agricultura%20Familiar%20Região%20Serrana.pdf>. Acesso em 06 de maio de 2020.
ASSIS, R. L. de; AQUINO, A. M. de. The participatory construction of agro-ecological knowledge as a soil conservation strategy in the mountain region of Rio de Janeiro state (Brazil). Berlin: Open Agriculture, v. 3: p.17-24, 2018. Disponível em: <https://www.degruyter.com/view/journals/opag/3/1/article-p17.xml>. Acesso em 20 de dezembro de 2018.
ASSIS, R. L. de; NETTO, A. L; AQUINO, A. M. de. Construção participativa do conhecimento agroecológico em ambientes de montanha – experiências na Região Serrana Fluminense. In: Aquino, A. M. de; Netto, A. L.; Assis, R. L. de. Desenvolvimento sustentável em ambientes de montanha: estratégias e experiências. Seropédica: Embrapa Agrobiologia; Niterói: Programa Rio Rural, p.141-161, 2018.
AUN, N. J. A importância das redes rurais e da agricultura orgânica em ambientes de montanha: estudos de caso em Trás-os-Montes (Portugal) e Região Serrana Fluminense (Brasil). Tese (Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2018, 103p.
BRANDENBURG, A. Ciências sociais e ambiente rural: principais temas e perspectivas analíticas. Campinas: Ambiente & Sociedade, v.8, n.1, p.1-14, 2005.
BRASIL. Lei Federal no 10.696, de 2 de julho de 2003. Programa de Aquisição de Alimentos – PAA. Disponível em: <http://www.11icfex.eb.mil.br/images/orientar_e_controlar/Ordenadores_de_Despesa_-_OD/PAA.pdf>. Acesso em 04 de novembro de 2020.
BRASIL. Lei Federal no 11.346, de 15 de setembro de 2006. Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional – SISAN. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2004-2006/2006/Lei/L11346.htm#:~:text=LEI%20N%C2%BA%2011.346%2C%20DE%2015%20DE%20SETEMBRO%20DE%202006.&text=Cria%20o%20Sistema%20Nacional%20de,adequada%20e%20d%C3%A1%20outras%20provid%C3%AAncias>. Acesso em 17 de junho de 2020.
BRASIL. Lei Federal no 11.947, de 16 de junho de 2009. Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. Disponível em: <https://www.fnde.gov.br/index.php/programas/pnae/pnae-sobre-o-programa/pnae-legislacao>. Acesso em 04 de novembro de 2020.
BRASIL. Lei Federal no 13.987, de 7 de abril de 2020. Autoriza a distribuição de gêneros alimentícios adquiridos com recursos do Programa Nacional de Alimentação Escolar, em caráter excepcional. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2019-2022/2020/lei/l13987.htm>. Acesso em 04 de novembro de 2020.
CARNEIRO, M. J. Ruralidade: novas identidades em construção. Rio de Janeiro: Estudos Sociedade e Agricultura, v.11, p.53-75, 1998.
CAU/RJ. Localização das regiões e municípios do estado do Rio de Janeiro. 2013 Disponível em: <https://www.caurj.gov.br/retratos-da-arquitetura-4/>. Acesso em 06 de maio de 2020.
CAVALCANTE, D. K. Agroecologia e agricultura orgânica no desenvolvimento rural local: um estudo de caso na Associação Agroecológica de Teresópolis, RJ. Tese (Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária). Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2017, 106p.
CERQUEIRA, H. S.; ASSIS, R. L. de; ALMEIDA, L. H.; GUERRA. J. G. M.; AQUINO, A. M. Estratégias agroecológicas para a segurança alimentar em ambientes de montanha em Teresópolis – RJ (Brasil). Sinop: Nativa, v.6, n.6, p.654-659, 2018. Disponível em: <https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/nativa/article/view/6787>. Acesso em 30 de novembro de 2018.
EMATER-RIO. Comercialização & Mercado - COVID-19: Boletim informativo – comportamento do mercado e da comercialização de hortaliças produzidas pela agricultura familiar do município de Teresópolis. Teresópolis: Emater-Rio/Teresópolis, 2020, 7p.
ESPINOZA, N. L.; POTMA, M. Respuestas agroecológicas para la resiliência climática – dos experiências em Costa Rica. Lima: LEISA – Revista de Agroecologia, v.36, n.2, p.10-15, 2020. Disponível em: <http://www.leisa-al.org/web/images/stories/revistapdf/vol36n2.pdf>. Acesso em 15 de outubro de 2020.
FELIPPE, E. da L. C.; O Papel da Formação Técnica Alternativa e da Extensão Rural Pública na Construção de Redes de Apoio à Transição Agroecológica e à Produção Orgânica: um Estudo no Município de São José do Vale do Rio Preto – RJ. Dissertação (Mestrado em Agricultura Orgânica) Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2017, 205p.
GASPARINI, M. F.; FREITAS, C. M. de. Trabalho Rural, Saúde e Ambiente: as narrativas dos produtores de flor frente aos riscos ambientais. Ambiente e Sociedade, São Paulo, v. 16, n. 3, p. 23-44, 2013.
GRISA, C.; NIERDELE, P. É urgente inovar nas políticas alimentares fortalecendo a agricultura familiar. 2020. Disponível em: <https://www.sul21.com.br/opiniaopublica/2020/05/e-urgente-inovar-nas-politicas-alimentares-fortalecendo-a-agricultura-familiar-por-catia-grisa-e-paulo-niederle/>. Acesso em 17 de junho de 2020.
GUANZIROLI, C. E.; CARDIM, S. E. de C. S.; ROMEIRO, A. R.; DI SABBATO, A.; BUAINAIN, A. M.; REZENDE, G. C. de; BITTENCOURT, G. A.; VIEIRA, P. de T. L.; BARBOSA, M. D.; FERRAZ, E. P.; ALVES, M. A.; BAMPI, G. Novo Retrato da Agricultura Familiar - o Brasil redescoberto. Brasília: INCRA - FAO, 2000, 74p.
INVESTORWORDS. Comércio eletrônico. 2020. Disponível em: <http://www.investorwords.com/1637/e_commerce.html>. Acesso em 05 de maio de 2020.
LEON-SICARD, T. La Dimension simbólica de la agroecologia. Mendoza: Revista de la Facultad de Ciencias Agrarias, v.51, n.1, p.395-400, 2019.
MAZOYER, M.; ROUDART, L. História das agriculturas no mundo: do neolítico à crise contemporânea São Paulo: Editora UNESP; Brasília: NEAD, 2010. 568p.
MOREIRA, J. C.; JACOB, S. C.; PERES, F.; LIMA, J. S.; MEYER, A.; OLIVEIRA-SILVA, J. J.; SARCINELLI, P. N.; BATISTA, D. F.; EGLER, M.; FARIA, M. V. C.; ARAÚJO, A. J. de; KUBOTA, A. H.; SOARES, M. de O.; ALVES, S. R.; MOURA, C. M.; CURI,, R. Avaliação Integrada do Impacto do uso de agrotóxicos sobre a saúde humana em uma comunidade agrícola de Nova Friburgo, RJ. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 2002, v.7, n.2, p.299-311, 2002.
NETTO, A L. Políticas públicas para o desenvolvimento rural sustentável em ambientes de montanha no Brasil e na Argentina. Tese (Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inovação Agropecuária). Seropédica: Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2013, 183p.
PEREIRA, M. da S.; ESPINDOLA, J. A. A.; ASSIS, R. L. de; RODRIGUES, G. S.; RODRIGUES, I. A. Avaliação da sustentabilidade de sistemas de produção agrícola de base ecológica no município de Nova Friburgo. XI Congresso da Sociedade Brasileira de Sistemas de Produção. Anais... , 2016. Pelotas, RS.
PINTO, M. C. E.; SCHEIFFER, T. G.; FRANÇA, E. M.; AQUINO, A. M. de; ASSIS, R. L. de. Metodologia participativa de indicadores de qualidade do solo: a conjunção do saber local e acadêmico no processo de ensino-aprendizagem em agroecologia. In: Santos, C. C. (ed.) Agroecologia: debates sobre a sustentabilidade. Ponta Grossa: Atena Editora, p.51-58, 2019.
SANTOS, B. de S. A cruel pedagogia do vírus. São Paulo: Boitempo Editorial, 2020, 51p.
SILVA, C. A. M. da. Os desastres no Rio de Janeiro: conceitos e dados. Cadernos do Desenvolvimento Fluminense, Rio de Janeiro, 2015, v.8, p.55-71, 2015.
VERGARA, S. Métodos de pesquisa em administração. São Paulo: Atlas, 2010, 288p.
VEYRET, Y. Os riscos: o homem como agressor e vítima do meio ambiente. São Paulo: Contexto, 2007, 320p.
YIN, R. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005, 320p.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.

Métricas

Carregando Métricas ...