POTENCIAL FUNGITÓXICO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS DE Schinus molle L. E Schinus terebinthifolius Raddi CONTRA FUNGOS PATOGÊNICOS DO TOMATEIRO.
PDF

Palavras-chave

produtos naturais
controle alternativo
doenças foliares do tomateiro
fitopatógenos

Como Citar

Tomazoni, E. Z., Ribeiro, R. T. da S., & Schwambach, J. (2017). POTENCIAL FUNGITÓXICO DOS ÓLEOS ESSENCIAIS DE Schinus molle L. E Schinus terebinthifolius Raddi CONTRA FUNGOS PATOGÊNICOS DO TOMATEIRO. Revista Brasileira De Agroecologia, 12(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/20724

Resumo

Produtos naturais vêm sendo utilizados como materiais alternativos, seguros e de baixo impacto ambiental contra fitopatógenos. Dentre estes, os óleos essenciais têm apresentado ação antimicrobiana comprovada, permitindo seu uso no controle de patógenos. Neste estudo, os óleos essenciais de frutos e folhas de Schinus molle e Schinus terebinthifolius foram testados contra os fitopatógenos Alternaria solani, Septoria lycopersici e Stemphylium solani causadores de doenças foliares no tomateiro, responsáveis por grandes perdas econômicas na produção. A ação antifúngica dos óleos essenciais foi testada in vitro nas concentrações que variaram de 0,1 a 20,0 µL mL-1. Todos os óleos essenciais foram eficazes em inibir os fungos fitopatogênicos testados, variando na concentração de óleo e na espécie fúngica alvo, com a exceção do óleo essencial do fruto de S. terebinthifolius sobre A. solani. O óleo essencial das folhas de S. molle, caracterizado pela presença de α-pineno, foi o mais eficiente, demonstrando inibições entre 59,46% e 66,13%, na concentração 20,0 µL mL-1.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.