Fungos micorrízicos arbusculares e composto orgânico no crescimento e nutrição de mudas de sisal
PDF

Palavras-chave

Agave sisalana Perrine ex Engelm
adubação orgânica
simbiose micorrízica.

Como Citar

Sousa, C. S., Mamedio, I. M. P., Soares, A. C. F., & Lima, F. S. (2017). Fungos micorrízicos arbusculares e composto orgânico no crescimento e nutrição de mudas de sisal. Revista Brasileira De Agroecologia, 12(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/16220

Resumo

O reaproveitamento do resíduo resultante do desfibramento das folhas de sisal, para adubação de culturas na região sisaleira da Bahia, apresenta-se como uma prática viável. A simbiose micorrízica tem um papel importante na sustentabilidade dos agroecossistemas e ecossistemas naturais, por estes organismos promoverem melhorias no estado nutricional e fitossanitário das plantas hospedeiras. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de dois compostos orgânicos produzidos com resíduo de sisal, esterco e farinha de rocha e da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares no crescimento e nutrição de mudas de sisal. Foi instalado um experimento em casa de vegetação, em delineamento de blocos ao acaso, esquema fatorial 2 x 2, sendo 2 compostos orgânicos e 2 espécies fúngicas (Claroideoglomus etunicatum e Paraglomus occultum), além de um tratamento sem inoculação micorrízica e outro sem adição dos resíduos orgânicos, com 5 repetições. A aplicação isolada do composto produzido com 10% esterco, 10% farinha de rocha e 80% resíduo de sisal, ou do fungo C. etunicatum promoveu aumento na altura (46,6% e 26,4% respectivamente) e na produção de biomassa (304,9% e 51,1% respectivamente) das mudas de sisal. Os compostos orgânicos estimularam a colonização radicular das mudas pelo fungo C. etunicatum, mas não apresentaram efeito sobre a esporulação desta espécie fungica. Não houve efeito dos compostos orgânicos sobre a esporulação e colonização radicular pelo fungo P. occultum. A aplicação isolada ou a combinação dos compostos orgânicos e das espécies fungicas promoveram incrementos significativos nos teores de nutrientes na parte aérea das plantas de sisal.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.