Subprodutos de capim-limão no controle de septoriose do tomateiro cultivado em sistema de produção orgânico
PDF

Palavras-chave

Controle alternativo de doença
Solanum lycopersicum
Cymbopogon citratus

Como Citar

Santos Neto, J. dos, Schwan-Estrada, K. R. F., Temporal, W. M., Andrade, L. M. de, & Sena, J. O. A. de. (2016). Subprodutos de capim-limão no controle de septoriose do tomateiro cultivado em sistema de produção orgânico. Revista Brasileira De Agroecologia, 1(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/16202

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a eficiência de subprodutos de capim-limão (Cymbopogon citratus) no controle de doenças do tomateiro em ensaio in vitro e in vivo. Os tratamentos in vitro utilizados para verificar a inibição no crescimento micelial de Alternaria solani e Septoria lycopersici foram: extrato aquoso bruto (EAB) nas concentrações de 0, 10, 50, 100 e 150 g.L-1, óleo essencial (OE) e citral (CI) nas concentrações de 0, 10, 100, 200 e 400 μL.L-1. As avaliações iniciaram um dia após o início do experimento e perduraram até que o micélio presente no tratamento testemunha tomasse toda a placa. Todos os subprodutos proporcionaram efeito significativo na inibição do crescimento micelial em ambos fitopatógenos, com resposta linear crescente. O fungo S. lycopersici demonstrou ser menos sensível aos tratamentos com os subprodutos de C. citratus. No ensaio in vivo, a cultivar Cordillera (híbrido F1) sob cultivo em sistema orgânico de produção foi tratada com: T1 (Extrato aquoso bruto de C. citratus - EAB 10 g.L-1); T2 (EAB 50 g.L-1); T3 (EAB 100 g.L-1); T4 (EAB 150 g.L-1 ); T5 (Óleo essencial de C. citratus - OE 10 µL.L-1); T6 (OE 100 µL.L-1); T7 (OE 200 µL.L-1); T8 (OE 400 µL.L-1); T9 (Citral - CI 10 µL.L-1,); T10 (CI 100 µL.L-1); T11 (CI 200 µL.L-1); T12 (CI 400 µL.L-1); T13 (testemunha com aplicação de água); T14 (Calda Bordalesa 1%); e T15 (Crop-set - Improcop®). As variáveis avaliadas foram: severidade (%); massa média dos frutos; produção por planta (kg); número de frutos por planta; produção total e comercial; tamanho e defeito dos frutos. A aplicação dos tratamentos 12 e 14 proporcionaram menor severidade da septoriose. Os tratamentos 7, 8, 10, 12 e 14, para a produção comercial, e os tratamentos 3, 5, 6, 7, 8, 10, 11, 12 e 14, para defeitos dos frutos, apresentaram diferença estatística, sendo melhores que a testemunha. Para a prevenção e controle da septoriose, assim como para obter maior produção comercial de frutos, no tomateiro Cordillera, a melhor opção é a utilização da calda bordalesa 1%, seguida das maiores concentrações de óleo essencial de C. citratus e citral.
PDF

Referências

BALBI-PEÑA, M. I.; BECKER, A.; STANGARLIN, J. R.; FRANZENER, G.; LOPES, M. C.; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F. Controle de Alternaria solani em tomateiro por extratos de Curcuma longa e curcumina - II. Avaliação in vivo. Fitopatologia Brasileira, Brasília, v.31, p.401-404, 2006.

BETTIOL, W.; GHINI, R.; GALVÃO, J. A. H.; SILOTO, R.C. Organic and Conventional tomato cropping systems. Scientia Agrícola, Piracicaba, v.61, n.3, p.253- 259, 2004.

CARVALHO, J. B.; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F.; BONALDO, S. M.; CRUZ; M. E. S.; CARLOS; M. M.; STANGARLIN, J. R. Fungitoxicidade de Cymbopogon citratus e Cymbopogon martinii a Colletotrichum gloeosporioides em frutos de pimentão. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v.10, n.1, p.88-93, 2008.

GUIMARÃES, L. G. de L.; CARDOSO, M. das G.; SOUSA, P. E. de; ANDRADE, J. de; VIEIRA, S. S. Atividades antioxidante e fungitóxica do óleo essencial de capim-limão e do citral. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v.42, n.2, p.464-472, 2011.

IRKIN, R. e KORUKLUOGLU, M. Effectiveness of Cymbopogon citratus L. essential oil to inhibit the growth of some filamentous fungi and yeasts. Journal of Medicinal Food, v.12, n.1, p.193–197, 2009.

ITAKO, A. T.; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F.; STANGARLIN, J. R.; TOLENTINO JÚNIOR, J. B.; CRUZ, M. E. S. Controle de Cladosporium fulvum em tomateiro por extratos de plantas medicinais. Arquivos do Instituto Biológico, São Paulo, v.76, n.1, p.75-83, 2009.

ROZWALKA, L. C.; ROSA, M. L.; LIMA, Z. da C.; MAY de MIO, L. L.; NAKASHIMA, T. Extratos, decoctos e óleos essenciais de plantas medicinais e aromáticas na inibição de Glomerella cingulata e Colletotrichum gloeosporioides de frutos de goiaba. Ciência Rural, Santa Maria, v.38, n.2, p.301–307, 2008.

SEUFERT, V.; RAMANKUTTY, N.; FOLEY, J. A. Comparing the yields of organic and conventional agriculture. Nature, v.485, n.7397, p.229–232, 2012.

SINGH, P.; SHUKLA, R.; KUMAR, A.; PRAKASH, B.; SINGH, S.; DUBEY, N. K. Effect of Citrus reticulata and Cymbopogon citratus Essential oils on Aspergillus flavus growth and aflatoxin production on Asparagus racemosus. Mycopathologia, Hague, v.170, p.195–202, 2010.

STANGARLIN, J. R.; KUHN, O. J; ASSI, L ; SCHWAN-ESTRADA, K. R. F. Control of plant diseases using extracts from medicinal plants and fungi. In: MÉNDEZ-VILAS, A.. (Org.). Science against microbial pathogens: communicating current research and technological advances. 1 ed. Badajoz: Formatex Research Center, v.2, p.1033-1042, 2011.

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.