Do Convencional ao Agroecológico: a experiência de Santa Cruz da Baixa Verde - Sertão de Pernambuco
PDF

Palavras-chave

Agricultura Familiar. Agroecologia. Extensão Rural. Transição Agroecológica.

Como Citar

Lima, F. A. X., Pires, M. L. L. e S., & Vargas, L. P. (2015). Do Convencional ao Agroecológico: a experiência de Santa Cruz da Baixa Verde - Sertão de Pernambuco. Revista Brasileira De Agroecologia, 9(3). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/13304

Resumo

Este trabalho analisa o processo de transição dos sistemas de produção convencionais para os sistemas agroecológicos. Como está se dando a transição agroecológica entre os agricultores familiares? Quais as principais dificuldades enfrentadas nesse processo? Qual o papel das instituições que desenvolvem ações de assistência técnica e extensão rural? São algumas das questões que foram analisadas tendo como objeto empírico a experiência de transição agroecológica dos agricultores familiares do município de Santa Cruz da Baixa Verde, em Pernambuco. Constatou-se que as questões relacionadas à falta de crédito e incentivos para o desenvolvimento da atividade agrícola em bases ecológicas e a insuficiente oferta de serviços de assistência técnica e extensão rural constituem como os principais obstáculos para o desenvolvimento de sistemas agroecológicos. A importância deste trabalho está em contribuir para a compreensão em torno das dificuldades e potencialidades de estratégias de reprodução dos agricultores familiares de base agroecológica, podendo, assim, trazer subsídios para as políticas de Extensão Rural.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.