Avaliação de sustentabilidade de agroecossistemas familiares de base agroecológica mediante a utilização do método MESMIS numa abordagem sistêmica
PDF

Palavras-chave

avaliação de sustentabilidade
agroecossistemas familiares
Agroecologia
abordagem sistêmica.

Como Citar

Souza, R. T. M. de, Verona, L. A. F., & Martins, S. R. (2016). Avaliação de sustentabilidade de agroecossistemas familiares de base agroecológica mediante a utilização do método MESMIS numa abordagem sistêmica. Revista Brasileira De Agroecologia, 11(4). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/13292

Resumo

No meio rural agroecossistemas têm requerido uma abordagem sistêmica, participativa e interdisciplinar para serem analisados sob a ótica da sustentabilidade. O método MESMIS (Marco para a Avaliação de Sistemas de Manejo de Recursos Naturais Incorporando Indicadores de Sustentabilidade) parte de um enfoque participativo e multidimensional que promove um processo de análise e retroalimentação voltado para a sustentabilidade no meio rural. O presente trabalho apresenta os resultados obtidos a partir da aplicação do método MESMIS junto a cinco agroecossistemas familiares de base agroecológica do município de Chapecó, SC. A partir da sua caracterização, foram identificados pontos de destaque para as dimensões ambiental, econômica e social da sustentabilidade, sendo eles diversidade, manejo agroecológico, saúde do solo, água, esgoto e resíduos sólidos; mão de obra, rendimento dos cultivos, dependência de insumos externos, comercialização, lucratividade e controle administrativo e financeiro; qualidade de vida, acesso a informação e atuação participativa, respectivamente. Os pontos de destaque foram analisados sob uma abordagem sistêmica para entender suas interações e organização; e para cada um deles foram selecionados um ou mais indicadores. A avaliação dos indicadores aponta para oportunidades e desafios, podendo-se destacar a ampliação no manejo agroecológico e o fortalecimento das atividades de cooperação entre as famílias como as principais oportunidades para a melhoria da sustentabilidade dos agroecossistemas, e a mão de obra e a lucratividade como os desafios centrais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.