Microbiota do solo em vinhedos agroecológico e convencional e sob vegetação nativa em Caxias do Sul, RS
PDF

Palavras-chave

Viticultura
Agroecologia
Fungos filamentosos
População bacteriana

Como Citar

Rech, M., Pansera, M. R., Sartori, V. C., & Ribeiro, R. T. da S. (2013). Microbiota do solo em vinhedos agroecológico e convencional e sob vegetação nativa em Caxias do Sul, RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 8(3). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/13264

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o impacto de diferentes formas de manejo agrícola na produção de videiras sobre a microbiota do solo. Foram feitas duas coletas de solo em um vinhedo sob manejo agroecológico, um vinhedo sob manejo convencional e em área de mata nativa em Caxias do Sul, RS. A partir da diluição do solo e plaqueamento em meios de cultura, quantificou-se a população microbiana e foram identificados os gêneros de fungos filamentosos. O solo sob vegetação nativa apresentou maior densidade de fungos filamentosos e menor densidade bacteriana quando comparado aos vinhedos. O solo do vinhedo sob manejo agroecológico apresentou maior densidade bacteriana e de fungos filamentosos quando comparado ao manejo convencional, indicando que áreas sob manejo menos intensivos favorecem a estabilidade da comunidade microbiana edáfica. Foram encontrados 26 gêneros de fungos filamentosos, sendo 16 presentes na área de mata nativa, 15 no vinhedo convencional e 20 no agroecológico.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.