Fitossociologia do Componente Arbóreo do Centro de Estudo, Pesquisa e Preservação Ambiental (CEPPA) da Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta – RS
PDF

Palavras-chave

Floresta Ribeirinha . Fitogeografia . Biologia da Conservação

Como Citar

Ferrera, T. S., da Silva, V. M., & Budke, J. C. (2013). Fitossociologia do Componente Arbóreo do Centro de Estudo, Pesquisa e Preservação Ambiental (CEPPA) da Universidade de Cruz Alta, Cruz Alta – RS. Revista Brasileira De Agroecologia, 8(3). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/13224

Resumo

Objetivou-se analisar o a estrutura fitossociológico arbóreo do Centro de Estudo, Pesquisa e Preservação Ambiental – CEPPA da Universidade de Cruz Alta – UNICRUZ. Para tal, demarcaram-se 16 unidades amostrais quadradas de 10x10 m e procurando-se as áreas mais conservadas e mais originais possíveis. Foram identificados e quantificados os indivíduos com perímetro à altura do peito (PAP) maior ou igual a 15 cm e para análise dos parâmetros fitossociológicos utilizou-se o sofware FITOPAC. Foram amostrados 224 indivíduos de 21 espécies, 20 gêneros e 17 famílias botânicas. As espécies Cupania vernalis, Sebastiania commersoniana, Luehea divaricata, Ocotea pulchella e Sebastiania brasiliensis estão entre as mais características e importantes da área, tanto em relação à estrutura vertical como estrutura horizontal. Quanto às estimativas de diversidade e equabilidade, o índice de Shannon foi de 2,16 nats.ind. e equabilidade de Pielou J’ = 0,71. Os resultados demonstram que há um número considerável de espécies, embora a densidade de indivíduos por área seja baixa, indicando possíveis ações antrópicas de exploração da área.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.