Plantas medicinais utilizadas pela população de Caldas Novas, GO e o conhecimento popular sobre a faveira (Dimorphandra mollis Benth-Mimosoideae).
PDF

Palavras-chave

etnobotânica
plantas medicinais
Dimorphandra mollis
Caldas Novas
GO.

Como Citar

Oliveira, O. F. do V., & Gondim, M. J. da C. (2013). Plantas medicinais utilizadas pela população de Caldas Novas, GO e o conhecimento popular sobre a faveira (Dimorphandra mollis Benth-Mimosoideae). Revista Brasileira De Agroecologia, 8(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/12856

Resumo

O trabalho teve por objetivo levantar o conhecimento de plantas medicinais pela população urbana de Caldas Novas-GO, realizado entre abril e maio de 2008. Os dados foram coletados através de formulários semi-estruturados (n:251), abrangendo diferentes faixas etárias, sendo levantadas informações quanto ao consumo de plantas medicinais, as plantas medicinais conhecidas, indicações e modo de uso. Além dessas informações, avaliou-se o conhecimento da população sobre a espécie nativa do cerrado Dimorphandra mollis (faveira), indicações para seu uso e partes utilizadas para fins medicinais. A maioria possui conhecimentos e faz uso de plantas medicinais, sendo possível levantar 92 nomes populares, resultando em 586 citações. Através da análise da nomenclatura popular em bibliografia especializada, foi possível identificar 73 gêneros (ou espécies, quando possível), inclusas em 43 famílias (as principais são Asteraceae e Lamiaceae). Os jovens com escolaridade entre ensino médio e ensino superior demonstraram maior conhecimento de espécies medicinais utilizadas. As plantas mais citadas foram o boldo, erva-cidreira, hortelã. Os chás constituem o modo de preparo principal das espécies. A faveira mostrou ser uma planta pouco conhecida pela população. Quando empregada para fins medicinais, as partes mais comuns são a casca, folhas e raiz, sendo relatado um alto resultado satisfatório com seu uso.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são da autoria, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.