A utilização da espécie Melia azedarach L. (Meliaceae) como alternativa à produção de insumos ecológicos na região sul do Brasil
PDF

Palavras-chave

cinamomo
manejo
sistema orgânico
agricultura familiar

Como Citar

Lovatto, P. B., Martinez, E. Álvaro, Schiedeck, G., & Mauch, C. R. (2012). A utilização da espécie Melia azedarach L. (Meliaceae) como alternativa à produção de insumos ecológicos na região sul do Brasil. Revista Brasileira De Agroecologia, 7(2). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/10510

Resumo

Dentre as espécies botânicas utilizadas em sistemas orgânicos destacam-se as Meliaceae, plantas que apresentam amplitude de atividades sobre diversos organismos quando utilizadas para minimização de componentes “indesejados” nos agroecossistemas, sejam eles insetos, patógenos ou outras plantas. Dentre as espécies mais promissoras desta família estão o nim (Azadiractha indica) e o cinamomo (Melia azedarach), plantas que possuem como metabólito majoritário a azadiractina, um limonóide com baixa toxicidade ambiental que vem apresentando diferentes modos de ação biológica, compatível de ser incorporado aos sistemas de produção que almejam a sustentabilidade. Nesse contexto, a presente revisão teve como objetivo demonstrar a viabilidade de inserção da espécie M. azedarach como estratégia à obtenção de insumos para transição agroecológica, sobretudo na Região Sul do Brasil, onde a planta apresenta ampla ocorrência, distribuição e adaptação, bem como vinculação cultural e aos saberes locais.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.