Destilador Solar Destinado a Fornecer Água Potável
PDF

Palavras-chave

Qualidade de água
salinidade
recursos hídricos

Como Citar

José Loureiro Marinho, F., Carneiro Tavares, A., Alves dos Santos, S., Marcovicz, F., Pereira Cruz, M., Souto, E. A., & Rocha, E. N. da. (2012). Destilador Solar Destinado a Fornecer Água Potável. Revista Brasileira De Agroecologia, 7(3). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/10043

Resumo

Com o objetivo de fornecer água potável aos agricultores do semi-árido nordestino, estudou-se a viabilidade técnica de um destilador solar constituído de um coletor solar para aquecimento de água salina e um “evaporador/condensador” que recebe a água pré-aquecida do coletor solar. Foram avalizados dois métodos de condução do fluxo de água do coletor solar para o tanque de evaporação. No Método 1 (M1) o fluxo de água foi constante (1 L h-1), mantendo-se um lâmina de 10mm no interior da caixa de alvenaria. No Método 2 (M2) o fluxo de água, advindo do coletor solar, ocorria apenas às 15 horas quando o destilador/condensador era abastecido com água quente advinda do coletor solar, e após o abastecimento o fluxo de água era interrompido. Os volumes de água destilada produzida no sistema são suficientes para atender as necessidades de água destinada ao consumo direto de uma família na zona rural. Em termos médios a produção de água destilada por radiação solar incidente no sistema em M2 foi 46,87% maior que em M1.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são dos autores, com direitos de primeira publicação para a revista.

Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuita, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.