Saber Ambiental Complexo: aportes cognitivos ao pensamento agroecológico
PDF

Palavras-chave

agroecologia
estado da arte
complexidade
interdisciplinaridade.

Como Citar

Floriani, N., & Floriani, D. (2010). Saber Ambiental Complexo: aportes cognitivos ao pensamento agroecológico. Revista Brasileira De Agroecologia, 5(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/9529

Resumo

A Agroecologia pode ser concebida como uma ciência, ou ramo do conhecimento científico, do campo da complexidade, exigindo enquanto metodologia a abordagem interdisciplinar para a interpretação dos fenômenos da realidade agrária e seus territórios. Isto implica, primeiramente, na definição de categorias analíticas que lhe possibilitem pensar a inteligibilidade do seu universo de pesquisa – o agroecossistema, do ponto de vista da integração cognitiva das dimensões física, biológica e antropossocial. Tais categorias, complementares e interdependentes, são sintetizadas em sete princípios que guiam os processos cognitivos do pensamento complexo e com os quais se buscará discutir o referencial teórico-metodológico da agroecologia, a fim de evidenciar acoplagens cognitivas entre as propostas atuais para este conhecimento com o paradigma da complexidade.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.