COMPARAÇÃO QUÍMICA DO COMPOSTO ORGÂNICO DE ESTERCO BOVINO E LEGUMINOSAS: leucena (Leucaena leucocephala Lam de Wit) e sombreiro (Clitoria fairchildiana Haward)
PDF

Como Citar

Junqueira Ayres, J. J. A. G., Costa, C. V. A., Teixeira, A. P. R., & Dias, V. S. (2008). COMPARAÇÃO QUÍMICA DO COMPOSTO ORGÂNICO DE ESTERCO BOVINO E LEGUMINOSAS: leucena (Leucaena leucocephala Lam de Wit) e sombreiro (Clitoria fairchildiana Haward). Revista Brasileira De Agroecologia, 3(1). Recuperado de https://revistas.aba-agroecologia.org.br/rbagroecologia/article/view/7087

Resumo

O composto é utilizado na agricultura, como alternativa para melhorar as condições físicas e a fertilidade do solo. Com objetivo de conhecer a composição química do composto de esterco bovino e leguminosas; leucena (Leucaena leucocephala Lam de Wit), e sombreiro (Clitoria fairchildiana Haward) em diferentes proporções. O presente trabalho foi desenvolvido na Fazenda Escola da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), no município de São Luís. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com sete tratamentos e quatro repetições: T1 - 75 kg de esterco bovino + 25 kg de folhas de leucena; T2 - 50 kg de esterco bovino + 50 kg de folhas de leucena; T3 - 25 kg de esterco bovino + 75 kg de folhas de leucena; T4 - 75 kg de esterco bovino + 25 kg de folhas de sombreiro; T5 - 50kg de esterco bovino + 50 kg de folhas de sombreiro; T7 (testemunha) 100 kg de esterco bovino; nos tratamentos T4, T5 e T6 foi utilizado o biofertilizante EM na proporção de 1:1000 em função do excesso de lignina das folhas de sombreiro, que dificultou o processo de decomposição. Foram analisadas amostras do esterco bovino compostado, e dos compostos com leguminosas para determinação dos componentes químicos. Conforme resultados de análises, na maioria dos tratamentos os teores totais de MO, Ph, P, K e Ca, Mg e H+Al foram superiores à testemunha, constituindo fontes alternativas de fertilizantes para a agricultura. Palavras-chave: Leucena. Sombreiro. Esterco bovino.
PDF

Aviso de Copyright
Os direitos autorais para artigos publicados nesta revista são do autor, com direitos de primeira publicação para a revista. Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de distribuição gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais com licenciada através da CC BY-NC-SA.