Significados de uma formação humanística na licenciatura em ciências agrícolas da UFRPE: diálogos com os princípios da Educação em Agroecologia

Autores

  • Maria Virginia de Almeida Aguiar UFRPE, Recife, PE - Brasil
  • José Nunes da Silva

Palavras-chave:

educação profissional, formação de educadores, educação do campo

Resumo

A Licenciatura em Ciências Agrícolas da Universidade Federal Rural de Pernambuco vem sendo construída como um espaço contra hegemônico de formação de educadores no ensino superior para atuar no campo. Alguns processos educativos, incluindo valores e práticas trabalhados ao longo do curso, são considerados pelos estudantes como valores que humanizam a sua formação profissional. Partimos do princípio que estes valores e práticas se aproximam dos princípios da educação em agroecologia.

Biografia do Autor

Maria Virginia de Almeida Aguiar, UFRPE, Recife, PE - Brasil

graduação em Agronomia (1990) e especialização em Educação Ambiental (1994) pela Universidade Federal de Mato Grosso e doutorado em Agroecologia, Sociologia y Desarrollo Rural Sostenible pela Universidade de Córdoba/Espanha (2007), reconhecido pelo Programa de Posgraduação em Desenvolvimento Rural da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2008). Trabalhou ultimamente como consultora - Programas das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil e no Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura em projetos voltados para a agricultura familiar vinculados ao Departamento de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ministério do Desenvolvimento Agrário/Secretaria da Agricultura Familiar. Atualmente é professora de Extensão Rural na Universidade Federal Rural de Pernambuco.

Downloads

Publicado

2017-07-31

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>