Programa de formação feminismo e agroecologia: mulheres agricultoras superando as desigualdades de gênero na zona da mata de Minas Gerais

Autores

  • Priscila Daniele Ladeira CENTRO DE TECNCOLOGIAS ALTERNATIVAS DA ZONA DA MATA
  • Vanessa Shottz Universidade Federal do Rio de Janeiro, Grupo de Trabalho de Mulheres da Articulação Nacional de Agroecologia
  • Priscila Motta
  • Auxiliadora Aparecida Feital
  • Elisabeth Maria Cardoso

Resumo

O presente trabalho apresentará o Programa de Formação Feminismo e Agroecologia, desenvolvido pelo CTA-ZM e GT Mulheres da ANA na Zona da Mata de Minas Gerais. Apresentamos o Projeto Mulheres e Agroecologia em Rede e uma das suas ações – o Programa de Formação Feminismo e Agroecologia – desenvolvida na Zona da Mata de Minas Gerais em 2013 e 2014 e nas regiões sul, sudeste, norte e nordeste em 2014 e 2015. Buscaremos também refletir sobre as mudanças relatadas pelas agricultoras a partir da participação das mesmas no programa de formação.

Biografia do Autor

Priscila Daniele Ladeira, CENTRO DE TECNCOLOGIAS ALTERNATIVAS DA ZONA DA MATA

Educadora Infantil pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), graduanda em Ciências Sociais pela UFV. Técnica do Centro de Tecnologias Alternativas da Zona da Mata - CTA/ZM, equipe do projeto Mulheres e Agroecologia em Rede.

Downloads

Publicado

2016-05-20

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)