Uso de sistemas agroflorestais para recomposição de mata ciliar

Autores

  • Edivânia M.G. Duarte IFSEMG- Câmpus de Muriaé
  • Letícia Mota Peçanha IFSEMG- Câmpus de Muriaé

Resumo

Este trabalho relata a experiência de implantação do primeiro módulo de Sistemas Agroflorestais em áreas de mata ciliar na Unidade Rural do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Sudeste de Minas Gerais - Campus de Muriaé. A experiência teve a duração de seis meses e contou com a dedicação de professores, técnicos do IF, estudante bolsista, estagiários e servidores terceirizados para a implantação do sistema. A manutenção e monitoramento do sistema ainda continuam sendo realizadas. O projeto abre um espaço de discussão prática para a questão da adequação das propriedades rurais à legislação ambiental atual, possibilita aos envolvidos um maior aprendizado e compreensão sobre as diferentes práticas de recompor tais áreas na região, tanto para estudantes regulares do IF quanto para agricultores do curso PRONATEC- campo. Além disso, torna-se um espaço para a prática da disciplina de sistemas agroflorestais.

Biografia do Autor

Edivânia M.G. Duarte, IFSEMG- Câmpus de Muriaé

Formada em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1996), Cursou o mestrado (2007) e doutorado (2011) em Solos e Nutrição de Plantas, também na Universidade Federal de Viçosa. Trabalha atuando na área de Agronomia, com ênfase em Agroecologia, principalmente nos seguintes temas: sistemas agroflorestais, manejo agroecológico do solo e produção agrícola sustentável.

Letícia Mota Peçanha, IFSEMG- Câmpus de Muriaé

Estudante do Curso Técnico Integrado em Agroecologia pelo IFSEMG- Câmpus de Muriaé.

Referências

BRASIL. LEI Nº. 12.651. Diário Oficial da União dia 25 de maio DE 2012. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2011-2014/2012/Lei/L12651.htm. Acesso em: 14 de agosto de 2014.

MELLO, U. P. de. A utilização agrícola das áreas de mata ciliar degradada: estudo de caso no Projeto Assentamento União da Vitória, Fraiburgo-SC, Brasil. Florianópolis, 2000. Dissertação (Mestrado em Agroecossistemas) – Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.

Downloads

Publicado

2016-05-20

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências