Identificação das queimadas na microrregião de Floriano-PI

Autores

  • Cristiane Lopes Carneiro d'Albuquerque Universidade Federal do Piauí
  • Maria da Conceição Bezerra da Silva Matias Universidade Federal do Piauí
  • Aroldo de Carvalho Reis Universidade Federal do Paiuí

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo diagnosticar a prática das queimadas em comunidades do município de Floriano, Piauí. O estudo foi desenvolvido a partir de pesquisa bibliográfica, questionário e entrevistas com agricultores das comunidades Casulo, Cágados e Papa-pombos. Os percentuais de área queimada dessas comunidades foram baixos, no entanto, é preocupante, uma vez que anualmente novas áreas são desmatadas e posteriormente queimadas por ocasião do preparo da área para plantios no período das chuvas, que é comumente conhecido como “roças no toco”. Os agricultores de Cágados e Papa-pombos justificam também essa prática como forma de controlar pragas e doenças. Embora reconheçam a queimada como atividade prejudicial ao meio ambiente, a prática continua, pois é consenso entre eles que não há alternativa mais prática e acessível para retirada da cobertura vegetal de áreas de mata virgem que serão posteriormente utilizadas em atividades agrícolas.

Biografia do Autor

Cristiane Lopes Carneiro d'Albuquerque, Universidade Federal do Piauí

Professora Ebtt do Colégio Técnico de Teresina, escola vinculada a Universidade Federal do Piauí. engenheira agrônoma, mestre em agronomia pela UFPI e doutora em agronomia pela UNESP/Jaboticabal.

Maria da Conceição Bezerra da Silva Matias, Universidade Federal do Piauí

Professora do Colégio Técnico de Floriano, escola vinculada a UFPI, mestra em agronomia pela UFPI e doutora em agronomia pela UNESP/Jaboticabal

Aroldo de Carvalho Reis, Universidade Federal do Paiuí

Engenheiro Agronomo pela UFPI, professor e diretor do Colégio Técnico de Floriano, escola vinculada a UFPI, especialista em produção vegetal.

Referências

FRAGA, W. C. da F. QUEIMANDO A SAÚDE E O MEIO AMBIENTE - O custo ambiental da produção de cana-de-açúcar para a fabricação de Etanol. In I Congresso Goiano de Educação Ambiental. Anais. Goiânia: UFG, 2008.

GOMES, M. A. F.; FILIZOLA, H. F.; SOUZA, M. D. de. Nosso amigo solo. Jaguariuma, SP: Embrapa Mio Ambiente, 2003. 24p (Cartilha dos jogos ambientais da Ema, 2

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 1. Sócio biodiversidade e Território.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)