Ações para a segurança e soberania alimentar em uma escola pública, no Sítio Alvinho, Lagoa Seca/PB

Autores

  • Maria Joellen Alves de Souza UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA
  • Marina Larissa Bezerra da Costa Universidade Estadual da Paraíba
  • Maria Salete da Silva Universidade Estadual da Paraíba
  • Lidiane Cardoso da Silva Universidade Estadual da Paraíba
  • Shirleyde Alves dos Santos Universidade Estadual da Paraíba

Resumo

Com a evolução da sociedade, muitos tipos de alimentos foram criados e, para garantir maior aceitação da população, foram introduzidos novos ingredientes. Surgiram produtos cada vez mais atraentes e saborosos, mas prejudiciais à nossa saúde. A agroecologia, através da soberania alimentar, traz a tona a discussão sobre os nossos hábitos alimentares e sobre a importância de resgatar hábitos saudáveis desde a infância. Assim, surgiu a ideia deste projeto que tem como um dos objetivos promover ações educativas para a segurança e soberania alimentar. Foram desenvolvidas quatro oficinas, durante o mês de março de 2015, através de uma metodologia participativa, em uma Escola Pública, no sítio Alvinho, zona rural de Lagoa Seca/PB. Os temas trabalhados foram: alimentação saudável, importância da água e produção de alimentos

Biografia do Autor

Maria Joellen Alves de Souza, UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAIBA

Graduanda em Agroecologia

Marina Larissa Bezerra da Costa, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda em Agroecologia

Maria Salete da Silva, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda em Agroecologia

Lidiane Cardoso da Silva, Universidade Estadual da Paraíba

Graduanda em Agroecologia

Shirleyde Alves dos Santos, Universidade Estadual da Paraíba

Mestre em Saúde Pública Professora do Departamento de Agroecologia e Agropecuária

Referências

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Alimentação saudável: fique esperto. Brasília: s/d.

Downloads

Publicado

2016-05-20

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)