Ensino e agroecologia: perspectiva a partir da Escola Olimpya Angélica de Lima

Autores

  • Gislane Rosário Barbosa UEG

Resumo

O presente artigo tem por objetivo geral discutir e analisar, a partir da estrutura agrária estabelecida no estado de Goiás, o papel exercido pela educação na consolidação do agronegócio como matriz produtiva hegemônica. Especificamente, objetivamos, ainda, avaliar as relações estabelecidas entre o cotidiano politico, social, ambiental e cultural com as práticas curriculares levadas a cabo no ensino das escolas do campo no município de Goiás; e identificar experiências agroecológicas nas comunidades camponesas onde estão inseridas as escolas do campo, levando em consideração a possibilidade de inserção da proposta agroecológica.

Biografia do Autor

Gislane Rosário Barbosa, UEG

Acadêmica do Curso de Geografia da UEG

Referências

ALTIERI, M. A. Agroecologia: as bases científicas da agricultura alternativa. Rio de Janeiro: PTA, 1989.

CALDART, R. S. Elementos para a construção de um projeto político e pedagógico para a educação do campo. In: Molina e Azevedo de Jesus (Org.). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. Brasília, Articulação nacional por uma educação do campo, 2004 (Coleção Por uma educação do campo Nº 5).

GLIESSMAN, S. R. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. Porto Alegre: editora da universidade/UFRGS, 2000.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico