Análise dos custos de produção de bananicultura orgânica com selo SAT-sem o uso de agrotóxico no norte de Minas Gerais

Autores

  • Maria Nilfa Almeida Neta Universidade Estadual de Montes Claros
  • Felipe Dias Araújo Universidade Estadual de Montes Claros
  • Josimara Mendes Rabelo Universidade Estadual de Montes Claros
  • Tarcisia da Silva Almeida Universidade Estadual de Montes Claros
  • Lize de Moraes Vieira da Cunha Universidade Estadual de Montes Claros

Resumo

O trabalho teve objetivo de levantar os custos de produção de banana “prata anã” certificada com o selo SAT no ano de 2013. A área possui 8,5 hectares de produção orgânica da fruta com certificação de produto vegetal sem agrotóxico (SAT) emitido pelo Instituto Mineiro Agropecuário (IMA), localizada em Nova Porteirinha/MG, sua produtividade é de aproximadamente 13,50 ton/ha/ano. Avaliaram-se os custos totais com manutenção e produção de banana no ano de 2013. Para análise de custos de produção a área orgânica apresentou custos totais de R$12.122,60 ha/ano com uma receita de R$11.524,45 ha/ano, mostrando uma receita líquida negativa de R$-598,15 ha/ano. A baixa produtividade do sistema orgânico é um dos fatores que explicam a baixa rentabilidade do sistema, outro fator, é a comercialização da fruta orgânica ser vendida como banana convencional. O que se faz necessário um ganho a mais no tipo de fruta produzida para compensar o custo de produção.

Biografia do Autor

Maria Nilfa Almeida Neta, Universidade Estadual de Montes Claros

Departamento de Ciências Agrárias Área Agronomia

Felipe Dias Araújo, Universidade Estadual de Montes Claros

Departamento de Ciências Agrárias Área Agronomia

Josimara Mendes Rabelo, Universidade Estadual de Montes Claros

Departamento de Ciências Agrárias Área Agronomia

Tarcisia da Silva Almeida, Universidade Estadual de Montes Claros

Departamento de Ciências Agrárias Área Agronomia

Lize de Moraes Vieira da Cunha, Universidade Estadual de Montes Claros

Departamento de Ciências Agrárias Área Agronomia

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 2. Estratégias de Desenvolvimento Socioeconômico.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)