O uso de geoprocessamento no manejo da água: Caso do Assentamento Filhos de Sepé - Viamão/RS

Autores

  • Renan Mattos Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jerusa Peixoto Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Rafael Braga Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Jorge Viel Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Flávia Farina Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Resumo

Este trabalho apresenta um estudo realizado na área do Assentamento Filhos de Sepé, com a finalidade de subsidiar a instalação de pequenos reservatórios e de um sistema de irrigação para atender as demandas dos produtores rurais. Neste sentido, as vertentes são um dos principais componentes do relevo a serem reconhecidas e observadas. A metodologia empregada envolveu a elaboração de um diagnóstico físico-ambiental da região de inserção do assentamento e a aplicação de técnicas de geoprocessamento para a elaboração de mapas, e uma base de dados e das análises espaciais. Como resultado, foi construído um banco de dados em SIG e um mapa indicativo das zonas potenciais para instalação de reservatórios e de sistemas de irrigação.

Referências

CHRISTOFOLETTI, A. Geomorfologia. São Paulo: Editora Edgar Blücher, 1980.

RADAM. Levantamento de Recursos Naturais. Folha SH 22. Disponível em: <http://geobank.sa.cprm.gov.br>. Acesso em: 02 nov. 2014.

TOPODATA. Banco de dados geomorfométricos do Brasil. Disponível em: >http://www.dsr.inpe.br/topodata/<. Acesso em: 01 nov. 2014.

BRAGA, R. MATTOS, R. VIEL, J. A. Estudos das Vertentes localizadas no Assentamento

Filhos de Sepé – Viamão/RS. Trabalho de conclusão da disciplina de Fotogrametria e Interpretação de Imagens Aéreas e Orbitais. Curso de Geografia. Instituto de Geociências. Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). 2014.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Edição

Seção

IX CBA 8. Biodiversidade e Bens Comuns.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)