Ácaros predadores em babaçu (Attalea speciosa Mart. ex. Spreng.) em fragmento florestal nos municípios de Vargem Grande e Chapadinha-Ma.

Autores

  • Thiago Oliveira Rodrigues Universidade Estadual do Maranhão
  • Rodrigo Aguiar Rodrigues Universidade Estadual do Maranhão
  • Isadora Gomes Vieira Universidade Estadual do Maranhão
  • Wenner Vinicius Araújo Saraiva Universidade Estadual do Maranhão
  • Ester Azevedo do Amaral Universidade Estadual do Maranhão

Resumo

O estudo da diversidade da comunidade de ácaros associada a plantas nativas como o babaçu poderá ser de grande importância para o desenvolvimento de práticas de cultivo de espécimes para controle de pragas. Dessa forma o objetivo desse trabalho foi observar a ocorrência dos ácaros predadores nessa palmácea, em ambientes naturais. Realizaram-se coletas de material vegetal e posteriormente, foi feita lavagem, triagem e montagem em lâminas de microscopia, em laboratório, para posterior identificação. As lâminas devidamente preparadas foram levadas ao microscópio, onde foi realizada a identificação em nível de família. Foram encontrados um total de 1207 ácaros nesses dois municípios, pertencentes a nove famílias, sendo quatro de ácaros predadores, com o número de espécimes semelhante ao número de ácaros fitófagos, o que sugere a ocorrência de um ambiente harmônico.

Biografia do Autor

Thiago Oliveira Rodrigues, Universidade Estadual do Maranhão

O estudo da diversidade da comunidade de ácaros associada a plantas nativas como o babaçu poderá ser de grande importância para o desenvolvimento de práticas de cultivo de espécimes para controle de pragas. Dessa forma o objetivo desse trabalho foi observar a ocorrência dos ácaros predadores nessa palmácea, em ambientes naturais. Realizaram-se coletas de material vegetal e posteriormente, foi feita lavagem, triagem e montagem em lâminas de microscopia, em laboratório, para posterior identificação. As lâminas devidamente preparadas foram levadas ao microscópio, onde foi realizada a identificação em nível de família. Foram encontrados um total de 1207 ácaros nesses dois municípios, pertencentes a nove famílias, sendo quatro de ácaros predadores, com o número de espécimes semelhante ao número de ácaros fitófagos, o que sugere a ocorrência de um ambiente harmônico.

Referências

FERLA, N. J.; MARCHETTI, M.; JOHANN, L.; HAETINGER, C. Functional response ofPhytoseiulusmacropilisunderdifferentTetranychusurticae (Acari: Phytoseiidae, Tetranychidae) populationdensity in laboratory. Zoologia, v. 28, n. 1, p. 17-22, 2011.

FERES, R.J.F., BUOSI, R., DAUD, R.D. & DEMITE, P.R. 2007. Padrões ecológicos da comunidade de ácaros em euforbiáceas de um fragmento de mata Estacional Semidecídual, no Estado de São Paulo. Biota Neotrop. 7(2): http://www.biotaneotropica.org.br/v7n2/pt/abstract?article+bn04907022007 (último acesso em 10/05/2010).

FLECHTMANN, C. H. W. Ácaros de importância agrícola. São Paulo: Nobel, 6. ed. 171p. 1989.

SARMENTO, R.A.; RODRIGUES, D.M.; FARAJI, F.; ERASMO, E.A.L.; LEMOS, F.;

SARWAR, M.; XUENONG, X.; ENDONG, W.; KONGMING, W. The potential of four mite species (Acari: Phytoseiidae) as predators of sucking pests on protected cucumber (Cucumissativus L.) crop. AfricanJournalofAgriculturalResearch,v. 6, n. 1, p. 73-78, 2011.

SPONGOSKI, S.; REIS, P. R.; ZACARIAS, M. S. Acarofauna da cafeicultura de cerrado em Patrocínio, Minas Gerais. Ciência e agrotecnologia, Lavras, v. 29, n. 1, p. 9-17, 2005.

TEODORO, A.V.; KIKUCHI, W.T.; SANTOS, G.R.; PALLINI, A. Suitability of thepredatory mites Iphiseiodeszuluagaiand Euseiusconcordisin controllingPolyphagotarsonemuslatusand Tetranychusbastosion Jatrophacurcasplants in Brazil.Experimental and Applied Acarology, v. 53, p. 203-214, 2011.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Edição

Seção

IX CBA 8. Biodiversidade e Bens Comuns.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)