Agroecological handling and efficiency of organic substances in the yeast control on strawberries in Nova Bréscia – Vale do Taquari /RS

Autores

  • Elaine Biondo Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Resumo

O cultivo do morango com base na agroecologia está amplamente disseminado no Rio Grande do Sul e Vale do Taquari, havendo ampla procura por morangos produzidos ecologicamente, com bom valor agregado. Entretanto, esta é uma cultura bastante suscetível a pragas e fungos, especialmente na pós colheita, o que vem gerando necessidade de ampliação das pesquisas que busquem compostos orgânicos e ambientalmente inertes para seu controle. Este estudo objetivou testar o chá de cavalinha no controle de fungos em morangos maduros cultivados em sistema agroecológico. No cultivo foram observadas as condições ambientais necessárias no manejo agroecológico de morangos. Observou-se que o solo em que foram cultivados era utilizado como pastagem, havendo área de barreiras com mata nativa e frutíferas, o manejo do solo é realizado manualmente, sem utilização de fertilizantes químicos, bem como o cultivo de morangos foi realizado próximos a cultivos de temperos, citronela, e outras hortaliças. Em observações visuais pode-se constatar que a aplicação do chá de cavalinha retardou o aparecimento dos fungos.

Biografia do Autor

Elaine Biondo, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Ciências da Vida e da Biologia

Referências

ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. 2013. Programa de Análise de Agrotóxicos em Alimentos (PARA). Relatório de atividades de 2012. Brasília, 2013. Disponívelem:http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/587f64804745787985d4d53fbc4c6735/relatorio+2001+2007.pdf?MOD=AJPERES> Acesso em: 02 Abr. 2014.

BENDO, M.L.; VIECELLI, C.A. Controle biológico de Rhyzopus nigricans em pós-colheita de morango pela utilização da levedura Saccharomices cerevisae e leite in natura. Cascavél, v.2, n.3, p.23-35, 2009.

BERTALOT, M. J. A. et al. Controle alternativo de doenças no morango. Disponível em: < http://www.biodinamica.org.br/Boletim_eletronico/julho_2010/controle_alternativo_doencas_morango.pdf>. Acesso em 03 maio 2014.

BIONDO, E. et al. 2014. Proposta para o manejo agroecológico para a produção orgânica de morangos e hortaliças em uma propriedade rural em Vespasiano Corrêia – Vale do Taquari /RS. Revista Congrega Urcamp (CD-Rom). ISSN 1982-2960.

BRAGA, D.O. Qualidade pós-colheita de morangos orgânicos tratados com óleos essenciais na pré-colheita. 2012. 74p. il. Dissertação (Mestrado em Ciências dos Alimentos), Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.

BRASIL. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 64 DE 18 DE DEZEMBRO DE 2008, Regulamento Técnico para os Sistemas Orgânicos de Produção Animal e Vegetal. Brasília, 18 Dez. 2008.

PENTEADO, S.R. Defensivos Alternativos e Naturais: Para uma Agricultura Saudável. Campinas, SP.4º ed. Editora do autor, 2010.

PRADO, A.C.P.; ARAGÃO, A.M.; BLOCK, J.M. Compostos fenólicos e atividade antioxidante de extratos de casca de noz-pecã (Carica illinoinensis (Wangengh) C. Koch). Brazilian Journal Food Technology, v.12, n.4, p. 323-332, 2009.

RIO GRANDE DO SUL. Secretária do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo do Rio Grande do Sul, SDR/RS, 2013. Disponível em: www.sdr.rs.gov.br 2013. Acesso em: 29 Out.2013.

SANTOS, G.C, MONTEIRO,M. Sistema orgânico de produção de Alimentos. Departamento de Alimentos e Nutrição- UNESP, Araraquara, SP, 2004. Disponível em< http://serv-bib.fcfar.unesp.br/seer/index.php/alimentos/article/viewFile/59/76 > acesso em: 23 de Set. 2013.

SCHULTZ , G.; BARDEN, J. E.; BERRÁ, L.; WIEBUSCH, F. C.; GÖRGEN, J. AGRICULTURA ORGÂNICA NA REGIÃO DO VALE DO TAQUARI/RS: Análise da estrutura de coordenação e gerenciamento da cadeia produtiva de hortaliças orgânicas. Porto Alegre, 2009. Disponível em: < http://www.sober.org.br/palestra/13/1087.pdf > Acesso em: 29 Out 2013

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.