Povo de Terreiro e sua relação com a natureza

Autores

  • Sarah Cordeiro Vidal Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE
  • Cledir dos Santos Lima Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE
  • Devanshirles Maria Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE
  • Marcos Antonio Bezerra Figueiredo Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Resumo

A experiência relatada trata da vivência e aprofundamento teórico relacionado ao Povo de Terreiro praticante do Candomblé e Umbanda, religiões de matrizes africanas, e de como ele se organiza para resistir e difundir suas tradições e saberes sem apoio estatal, tanto do ponto de vista da inclusão social quanto da geração do conhecimento científico. Tendo como destaque a sua relação com a natureza, a alimentação e a cura a partir de uma visão sistêmica, holística e não fragmentada da natureza, na medida em que foi apresentado um vasto conhecimento cultural herdado dos/as seus ancestrais que se relacionam com a integração dos conhecimentos botânicos, culinários e medicinais e, assim, aproximando-se da perspectiva da agroecologia enquanto um enfoque integrador de diversas áreas do conhecimento.

Biografia do Autor

Sarah Cordeiro Vidal, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Engenheira Agrônoma, mestra em Extensão Rural e Desenvolvimento Local pela UFRPE. Estudante de Licenciatura em Ciências Agrícolas da UFRPE . Com conhecimento nas áreas de agroecologia, permacultura, agricultura familiar e campesina, associativismo/cooperativismo, desenvolvimento rural sustentável, gênero, convivência com o semiárido, agroindustria de pequeno porte, entre outros. Atualmente desenvolvo trabalho de desenvolvimento territorial em rede no ProRural, Programa da Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco.

Cledir dos Santos Lima, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Zootecnista e estudante de Licenciatura em Ciências Biológicas da UFRPE

Devanshirles Maria Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Engenheira Agrônoma e estudante de Licenciatura em Ciências Agrícolas da UFRPE

Marcos Antonio Bezerra Figueiredo, Universidade Federal Rural de Pernambuco - UFRPE

Professor do Departamento de Educação da UFRPE. Membro do Núcleo de Agroecologia e Campesinato – NAC/UFRPE e do GT Campesinato e Soberania Alimentar

Referências

CARVALHO, J. J. A economia do axé: os terreiros de religião de matriz afro-brasileira como fonte de segurança alimentar e rede de circuitos econômicos e comunitários. In: ARANTES L. L., RODRIGUES M. (organização). Alimento: Direito Sagrado. Pesquisa Socioeconômica e Cultural de Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiros. Brasília, DF: MDS; Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação, 2011.

MANUELA, Maria. Candomblé e Umbanda. 14 de setembro de 2009. Disponível em: <https://ocandomble.wordpress.com/tag/umbanda/>. Acesso em 23 de mar. 2015, 14:10.

Downloads

Publicado

2016-05-18

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências