Abordagem sistêmica: Diagnóstico de um estabelecimento familiar, na Comunidade do Arapepó, Salinópolis, Pa.

Autores

  • John Clayton do Vale Modesto Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal
  • Maria Suzane Lavareda OLIVEIRA Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal
  • Amanda Rayana da Silva SANTOS Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal
  • Alciene oliveira Felizardo Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal
  • Maria Grings BATISTA Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal

Resumo

O presente estudo foi realizado na comunidade de Arapepó, município de Salinópolis, estado do Pará, à 220 km da cidade de Belém no ano de 2014, com o intuito de diagnosticar o sistema de produção de uma unidade familiar e as relações de trabalho nele desenvolvido. Por meio de um conjunto de técnicas de observação sistêmica juntamente com a aplicação de questionários socioeconômicos. Verificou-se que, a família de agricultores, possui uma área cultivada de hortaliças e a criação de pequenos animais donde provêm umas das principais fontes de renda para permanecerem na propriedade. A renda da horta é uma das maiores do sistema, haja vista que é comercializado quase todos os dias, trazendo renda diária. A unidade produtiva família apesar de algumas problemáticas existentes a família consegue cumprir de forma satisfatória com objetivo da família em relação ao lote.

Biografia do Autor

Maria Grings BATISTA, Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal

Professora do Instituto Federal do Pará-Campus Castanhal

Referências

ALENCAR, E.; GOMES, M. A. O. Ecoturismo e planejamento social. Lavras: UFLA/FAEPE, p.103. 2001.

ALTIERI, M. Agroecologia: a dinâmica produtiva da agricultura sustentável. 4 e.d. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2004.

FIORENTINI; LORENZATO. Investigação em Educação Matemática: Percursos teóricos metodológicos. Campinas, São Paulo: Autores Associados, 2006.

GUANZILORE, C.R.; CARDIM, S.E.CS. Novo retrado da agricultura familiar: o Brasil redescoberto. FAO/INCRA. Brasília. 2000. 73p.

MEDINA, G. Funcionamento do estabelecimento agrícola: estudo de caso em um lote no município de Medicilância. Altamira, 2000. Monografia de Conclusão do Curso de Licenciatura Plena em Ciências Agrárias. (texto sem corpo editorial).

POSEY, D. Etnobiologia: teoria e prática. In: RIBEIRO, B. Suma Etnológica Brasileira.Etnobiologia. 2 ed. Petrópolis: Vozes/FINEP, 1987. p. 15-25.

REIJNTJES, C.; HAVERKORT, B.; WATERS-BAYER, A. Agricultura para o futuro: uma introdução a agricultura sustentável e de baixo uso de insumos externos. Rio de Janeiro. AS-PTA, 1994. 394. p.

VERDEJO, M. E. Diagnóstico rural participativo: guia prático DRP. Brasília: MDA/2010.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo 2006. Salinópolis. IBGE,2015. Disponível em: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?lang=&codmun=150620&search=para|salinopolis.Acesso em: 03/2015.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>