Cultivo de plantas medicinais em Arari, Maranhão

Autores

  • Renata da Silva Brant Gomes Bomfim Embrapa
  • João Flávio Bomfim Gomes Embrapa Cocais
  • José dos Santos Benício Embrapa Cocais

Resumo

Foram entrevistados 15 produtores de plantas medicinais do município de Arari, Maranhão; visando efetuar um levantamento de espécies cultivadas, produtos químicos aplicados etc. As espécies medicinais mais plantadas são Mentha X villosa L., Plectranthus amboinicus (Lour.) Spreg., Ocimum basilicum L., Ocimum gratissimum L., Origanum vulgare L., Ruta graveoleons L. Os principais problemas técnicos são o ataque de pulgões, cochonilha e formiga e excesso de chuva no primeiro semestre do ano. Sobre a aplicação de produtos químicos, oito produtores afirmaram aplicar o produto Barrage® (inseticida piretroide), dois aplicam uréia e calcário e um aplica Baygon® (inseticida contêm piretroides, ciflutrina e transflutrina e os carbamatos propoxures e clorpirifós). Sobre o último questionamento, seis produtores afirmaram já terem ouvido falar em Agroecologia, outros sete nunca ouviram falar e dois não quiseram responder. E do total de 15 agricultores, cinco querem participar de curso sobre o tema.

Biografia do Autor

Renata da Silva Brant Gomes Bomfim, Embrapa

Graduada em Agronomia pela Universidade Federal de Uberlândia (2003), mestrado e doutorado em Agronomia/Fitotecnia pela Universidade Federal de Lavras (2005 e 2008). Atua nas áreas de sistemas produção vegetal sustentável e sistemas integrados de produção.

Referências

LORENZI, H.; MATOS, F.J.A. Plantas Medicinais do Brasil: nativas e exóticas. Nova Odessa: Plantarum, 2002. 512p.

Downloads

Publicado

2016-05-18

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências