Conhecimento sobre alimentos orgânicos por consumidores de hortaliças no Sertão Paraibano

Autores

  • José Augusto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Campus Sousa.
  • Diego Resende de Queirós Pôrto Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Picuí.

Resumo

Alimentos orgânicos são produzidos sem o uso de agroquímicos, com respeito ao meio ambiente e responsabilidade social. Objetivou-se identificar o conhecimento sobre alimentos orgânicos por consumidores de hortaliças. Na cidade de São José da Lagoa Tapada – PB, em janeiro de 2011, foram entrevistados 63 consumidores. Constatou-se em relação ao conhecimento sobre os alimentos orgânicos, que 87,3% responderam ter ouvido falar. Do ponto de vista de entendimento do que seriam, verificou-se que 68,3% disseram se tratar de alimentos produzidos sem agrotóxicos enquanto 15,8% disseram que se trata de alimentos produzidos sem adubo químico. Já em relação ao consumo de hortaliças orgânicas provocarem uma melhoria na qualidade de vida de quem consome, 93,7% acham que sim. A maioria dos consumidores conhecem os orgânicos principalmente através da TV. Porém, apesar de conhecerem em sua maioria, não entendem o que seria um produto orgânico, mas seriam capazes de remunerar melhor os vendedores.

Biografia do Autor

José Augusto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba, Campus Sousa.

Tecnólogo em Agroecologia pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Sousa.

Diego Resende de Queirós Pôrto, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Picuí.

Professor do Depto. de Agroecologia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Picuí.

Referências

BATAGHIN, F. A.; SPINOLA, L. B. P.; COSTA, M. A.. Perfil dos consumidores de produtos orgânicos da cidade de São Carlos – SP. Revista Matiz Online, Matão (SP): Instituto Matonense Municipal de Ensino Superior. Programa de divulgação científica do Immes, 2012. Disponível em: http://www.immes.edu.br/

Brasil. Instrução Normativa n. 46, de 6 de outubro de 2011. Estabelece o Regulamento Técnico para os Sistemas Orgânicos de Produção Animal e Vegetal, bem como as listas de Substâncias Permitidas para uso nos Sistemas Orgânicos de Produção Animal e Vegetal, Brasília, 10 nov. 2011. Seção 1.

CRESPO, A. A. Estatística fácil. 14 ed. São Paulo: Saraiva, 1996. 224p.

JUNQUEIRA, A. H.; LUENGO, R. F. A. Mercados diferenciados de hortaliças. Horticultura Brasileira, Brasília, v. 18, n. 2, p. 95-99, julho 2000.

MARTINS, M. R., V. C. C. Guia prático para pesquisa cientifica, Rondonópolis: UNIR, 2003. 90 p.

SOUZA, J. L.; RESENDE, P. Manual de horticultura orgânica. Viçosa: Aprenda Fácil, 2003. 564p.

VILAS BOAS, S. H. T.; SETTE, R. S.; BRITO, M. J. Comportamento do consumidor de produtos orgânicos: uma aplicação da cadeia de meios e fins. Organizações Rurais & Agroindustriais, Lavras, v. 8, n. 1, p. 25-39, 2006.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)