Estudo dos fatores intervenientes na dinâmica sucessional de unidades de produção familiar.

Autores

  • Simone Bianchini Epagri - Empresa de Pesquisa e Extensão Rural de Santa Catarina
  • João Antônio Motta Neto IFNMG - Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
  • Regina Helena Bernardes IFMA - Instituto Federal do Maranhão

Resumo

O presente trabalho aborda a situação das unidades de produção familiar em situação de ausência de sucessores no município de Paraíso/SC. O município de Paraíso, inserido em uma região fortemente caracterizada pela presença da agricultura familiar, reflete uma realidade presente nos demais municípios da região Oeste de Santa Catarina, onde se constata que a agricultura familiar começa a enfrentar problemas sucessórios que não existiam até pouco tempo atrás. A consequência deste processo é o comprometimento do futuro dessas unidades pela ausência de sucessores. Para desenvolvimento deste trabalho, foram aplicados questionários em unidades familiares sem sucessores e as informações coletadas foram sistematizadas em eixos que nortearam a discussão do trabalho. Os dados apontam que há uma grande indefinição com relação ao futuro destas unidades produtivas, e que são necessárias políticas públicas mais abrangentes e específicas, de apoio e estímulo à permanência da juventude no meio rural.

Biografia do Autor

Simone Bianchini, Epagri - Empresa de Pesquisa e Extensão Rural de Santa Catarina

Engenheira Agrônoma, mestrado em Sistemas de Produção Agrícola Familiar, extensionista rural na EPAGRI.

João Antônio Motta Neto, IFNMG - Instituto Federal do Norte de Minas Gerais

Atualmente é professor do IFNMG (Instituto Federal do Norte de Minas Gerais - Campus Diamantina), onde atua como Professor e Coordenador de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação. Tem experiência nas áreas de Recuperação de Áreas Degradadas e Desenvolvimento Rural, atuando principalmente com os temas Solos, Agroecologia, Gestão Ambiental e Metodologias Participativas.

Regina Helena Bernardes, IFMA - Instituto Federal do Maranhão

Engenheira Agrônoma formada pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Mestre em Agroecologia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA). Atualmente é Professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão - IFMA. Tem experiência na área de Agroecologia, Desenvolvimento Rural Sustentável e Meio Ambiente com ênfase em Agricultura Familiar, Populações Tradicionais e Socioambientalismo.

Referências

ABRAMOVAY, Ricardo. O futuro das regiões rurais. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2003. 149 p.

CHAMPAGNE, Patrick. La reproduction de l’identité. Actes de la recherche en sciences sociales, n. 65, 1986, p. 41-64.

WEISHEIMER, Nilson. Juventudes rurais: mapa de estudos recentes. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2005. 76 p.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)