Sistema agroflorestal da UFPE: resultados de 5 anos de manejo

Autores

  • Cainã Ferraz Silva Universidade Federal de Pernambuco
  • Guilherme Azolinni Cavazzani IPAM

Resumo

Em 2010 alunos de Ciências Biológicas da UFPE deram início ao manejo de uma agrofloresta nas proximidades do CCB. De lá para cá o agroecossistema se consolidou, atualmente com diversidade de 36 espécies e abundância aproximada de 57 árvores e arbustos, e um solo bastante fértil. O grupo se fortaleceu, tornando-se o coletivo autônomo guazuma, e mostrando que é possível um processo pedagógico autônomo através da agroecologia. Dentro desse contexto, o trabalho foi oficializado, tornando-se atualmente projeto de extensão, que fortalece e divulga a importantíssima relação entre conservação da biodiversidade e produção de alimentos limpos, na perspectiva de agroecossistemas sustentáveis.

Biografia do Autor

Cainã Ferraz Silva, Universidade Federal de Pernambuco

Estudante de Ciências Ambientais da UFPE. Desde 2010 faz parte do coletivo guazuma, grupo que mantém mutirões de manejo no SAF da UFPE.

Guilherme Azolinni Cavazzani, IPAM

É formado em Ciências Biológicas pela UFPE. Atualmente cursa o mestrado profissional no IPAM.

Referências

FREIRE, P. PEDAGOGIA DA AUTONOMIA: Saberes necessários à Prática Educativa. 1996. Disponível em: http://www.letras.ufmg.br/espanhol/pdf%5Cpedagogia_da_autonomia_-_paulofreire.pdf. Acesso em: 28 out. 2014.

GLIESSMAN, S. R. Agroecologia: processos ecológicos em agricultura sustentável. 4. ed. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2009. 658p.

JATOBA, T. B. JARDIM DIDÁTICO AGROFLORESTAL: VIVÊNNCIAS PERMACULTURAIS E AGROECOLÓGICAS NA UFPE. 2011. 40f. Monografia (Trabalho de Graduação em Ciências Biológicas) - Centro de Ciências Biológicas, Universidade federal de Pernanbuco, Recife, 2011.

PENEREIRO, F. M; BRILHANTE, M, O. Proposta de classificação em grupos sucessionais para espécies agroflorestais. Disponível em: http://www.sct.embrapa.br/cdagro/tema01/01tema58.pdf Acessado em: 28 out. 2014.

REIS, A.; BECHARA, F. C.; ESPÍNDOLA, M. B; VIEIRA, N. K.; SOUZA, L. L. Restauração de áreas degradadas: a nucleação como base para incrementar os processos sucessionais. Natureza & Conservação. v. 1, n. 1, p. 28-36, 2003.

Downloads

Publicado

2016-05-18

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências