Agricultura urbana e conservação da agrobiodiversidade: um estudo de caso Cáceres, Mato Grosso

Autores

  • Luciene da Costa Rodrigues Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Maria Antonia Carniello Universidade do Estado de Mato Grosso

Resumo

Objetivou-se registrar a forma de uso e as práticas de manejo agrícola de plantas tuberosas adotadas pelos moradores em quintais urbanos no município de Cáceres (MT). Os dados foram obtidos através de entrevistas orientadas por formulário semiestruturado. Registraram-se nove espécies, sendo que M. esculenta, as quais são utilizadas para diversas finalidades. Cenoura, batata-doce, gengibre e açafrão foram indicados para uso medicinal correspondendo de 8,3% a 16,6% das citações. O plantio realizado segue as estações do ano e as fases lunares; correção da fertilidade do solo é feita com adubo orgânico e serragem. Portanto, conclui-se que a forma de uso e manejo destas plantas em quintais urbanos e áreas adjacentes têm ocorrido, através de práticas cotidianas que possibilitam o suprimento principalmente de alimentos, o enriquecimento dos saberes de moradores e potencializam a cidade de Cáceres como um importante espaço de desenvolvimento da agricultura urbana e conservação de espécies úteis.

Biografia do Autor

Luciene da Costa Rodrigues, Universidade do Estado de Mato Grosso

Bióloga, Mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola.

Maria Antonia Carniello, Universidade do Estado de Mato Grosso

Bióloga, Doutora em Biologia Vegetal com enfase em Etnobotânica.

Referências

CARNIELLO, M. A.; SILVA, R. S.; CRUZ, M. A. B.; GUARIM NETO, G. quintais urbanos de Mirassol d’ Oeste, Brasil: uma abordagem Etnobotânica. Acta amazônica, v. 40, n. 3, p. 451-470, 2010.

FAO. ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA ALIMENTAÇÃO E AGRICULTURA. Urban Agriculture: an oximoron? In: The state of food and agriculture, 1996. p. 43-57.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo demográfico de 2010. Disponível em: http://www.ibge.gov.br. Acesso em: 04/01/2015.

MATO GROSSO (Estado) - Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral. Anuário Estatístico de Mato Grosso – 2010. Cuiabá: SEPLAN/MT, 2011. S/p. Disponível em: http://www.seplan.mt.gov.br/sitios/anuario/2010/Index.htm. Acesso em: 01/02/2015.

MOUGEOT, L .J. A. Urban agriculture: definition, presence, potentials and risks. In: BAKKER, N.; DUBBELING, M.; GÜNDEL, S.; SABEL-KOSCHELLA, U.; ZEEUW, H. (Ed.). Growing cities, growing food: urban agriculture on the policy agenda. Feldafing: Deutsche Sitffung für Internationale Entwicklung, 2000. p.1-42.

SMITH, J.; RATTA, A.; NASSR, J. Urban agriculture: food, jobs and sustainable cities. New York: United Nations Development Programme (UNDP), p. 302, 1996.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)