O ensino da agroecologia na formação técnica e superior no semiárido brasileiro

Autores

  • Silver Jonas Alves Farfan Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural http://orcid.org/0000-0002-3942-8317
  • Cicero Antonio de Sousa Araujo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural
  • Fabio Freire de Oliveira Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural
  • Erbs Cintra de Souza Gomes Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural
  • Antonio Manoel Rodrigues Santos Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural
  • Camilla Alves Barbosa Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Resumo

O ensino da agroecologia nas ciências agrárias prescinde a quebra de paradigmas com a construção do conhecimento a partir dos ecossistemas, seus fatores bióticos e abióticos, concebendo um pensamento sistêmico colado nos processos naturais, no fator humano, no desenvolvimento rural e a justiça social. O objetivo deste relato é mostrar a experiência do IF Sertão-PE em Petrolina-PE na construção do ensino da agroecologia em cursos profissionalizantes. A história e análise das etapas evidenciam as tecnologias alternativas; ensino formal de disciplinas de agricultura orgânica; construção de um curso tecnológico em agroecologia e; construção do bacharelado de agronomia diferenciado com disciplinas obrigatórias e optativas em agroecologia. A formação de um núcleo de estudos em agroecologia e a aprovação de projetos específicos favoreceu o crescimento do interesse de professores e estudantes.

Biografia do Autor

Silver Jonas Alves Farfan, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Brasiliense, possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (1997), mestre em agronomia, área de concentração horticultura irrigada pela Universidade do Estado da Bahia - UNEB em Juazeiro - BA (2008). Atua há 18 anos com comunidades de agricultores familiares tradicionais no semiárido com os temas agroecologia e segurança alimentar. Foi professor no curso de agronomia na UNEB em Juazeiro-BA e atualmente é professor D.E. no IF SERTÃO-PE no curso de Agronomia e Técnico em Agropecuária. Tem experiência com agricultura familiar rural e urbana, assentamentos da reforma agrária e comunidades indígenas, assessorando governos e sociedade civil organizada na elaboração e execução de diagnósticos e projetos de desenvolvimento comunitário e territorial. Desenvolve pesquisas com horticultura, meliponicultura e fundos de pasto.

Cicero Antonio de Sousa Araujo, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Possui graduação em Engenharia Agronômica pela Universidade Federal da Paraíba (1990), mestrado em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (1993) e doutorado em Solos e Nutrição de Plantas pela Universidade Federal de Viçosa (1997). Atualmente é professor classe especial do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação, atuando principalmente nos seguintes temas: manejo de água-planta em solos afetados por sais; transporte de nutrientes no solo; manejo orgânico de solo. Foi Diretor de Ensino do Centro Federal de Educação Tecnológica de Petrolina de 2005 a 2008. É Pró-reitor de Pesquisa, Inovação e Pós-Graduação do IF SERTÃO-PE desde 2009.

Fabio Freire de Oliveira, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Possui graduação em Licenciatura em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2002) Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2005). Doutorado em Técnicas Energéticas e Nucleares/Fertilidade de Solos, DEN-UFPE (2009). Atualmente é professor efetivo do IF SERTÃO-PE, Coordenador Adjunto do PRONATEC e Coordenador do Centro Vocacional Tecnológico em Agroecologia do IF SERTÃO-PE. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fertilidade do Solo e Adubação, atuando principalmente nos seguintes temas: Manejo de solo, Matéria Orgânica e Adubação.

Erbs Cintra de Souza Gomes, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Tecnólogo em Fruticultura Irrigada (IF SERTÃO-PE, 2007), Mestre em Agronomia (UFPB, 2008), Doutor em Agronomia (UFPB, 2011). Professor de Fisiologia vegetal do IF SERTÃO-PE, Campus Petrolina Zona Rural. Atua em pesquisas sobre Indução de resistência em plantas a patógenos (aspectos fisiológicos e bioquímicos). Membro dos Grupos de Pesquisa: Fruticultura Irrigada - IF SERTÃO - PE / CNPq, Produção e Tecnologia de Sementes - UFPB / CNPq, Bioquímica fitopatológica - UNIVASF / CNPq. Atualmente é Diretor Geral do Campus Serra Talhada do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE.

Antonio Manoel Rodrigues Santos, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Possui graduação em Licenciatura Plena em Agropecuária pela Universidade do Estado da Bahia (1985) , especialização em Solos e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Lavras (2001) , especialização em Uso Racional dos Recursos Naturais e seus Reflexos pela Universidade Federal de Viçosa (2002) e curso-tecnico-profissionalizante pelo Colégio Dr.Édson Ribeiro (1982) .

Camilla Alves Barbosa, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambucano - IF SERTÃO-PE. Câmpus Petrolina Zona Rural

Graduando em Bacharelado em agronomia (IF SERTÃO-PE). Atualmente desenvolve projetos nas área de agroecologia, com título: USO COMUNITÁRIO DOS FUNDOS DE PASTO NO SEMIÁRIDO BAIANO: PERFIL SOCIOECONÔMICO, CULTURAL E PRODUTIVO FRENTE À SUSTENTABILIDADE AGROECOLÓGICA, e segue no ramo da agricultura sustentável com um novo projeto relacionado a recuperação de áreas degradadas na caatinga.

Referências

GLIESSMAN, S. R. Agroecologia processos ecológicos em agricultura sustentável. Porto Alegre: EdUFRGS, 2001.

CODEVASF. Cadastro Nacional dos Usuários de Recursos Hídricos - Bacia do Rio São Francisco 2005. Juazeiro-BA, 3ª SR, 2005.

Downloads

Publicado

2016-05-18

Edição

Seção

IX CBA-Agroecologia / Relatos de Experiências

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)