Uso e conservação do babaçu (Orbignya oleifera Burret) na comunidade rural Nossa Senhora da Guia, Cáceres, Mato Grosso

Autores

  • Luciene da Costa Rodrigues Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Ronaldo José Neves Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Sandra Mara da Silva Neves Universidade do Estado de Mato Grosso
  • Maurício Ferreira Mendes Universidade Federal de Goiás
  • Keller Regina Soares Universidade do Estado de Mato Grosso

Resumo

Este trabalho tem como objetivo caracterizar o uso e a conservação do babaçu (O. oleifera) pelos agricultores da comunidade rural Nossa Senhora da Guia em Cáceres, Mato Grosso. Para a coleta de dados realizou-se a técnica de entrevista, seguida por registro em formulário e observação participante. Na comunidade, a palmeira é utilizada de forma extrativista, sendo os frutos coletados pelos homens manualmente (não há mecanização e uso de agrotóxicos) e a extração das amêndoas é efetuada com instrumento artesanal. O processamento, realizado pelas mulheres, é baseado em equipamentos para triturar e secar/torrar as amêndoas e posterirormente são confeccionadas os derivados para a distribuição em parte na unidade escolar. O uso sustentável do babaçu proporciona aos agricultores uma produção e rentabilidade a curto, médio e longo prazo, contribuindo na conservação da reserva legal do babaçu da comunidade.

Biografia do Autor

Luciene da Costa Rodrigues, Universidade do Estado de Mato Grosso

Bióloga, Mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola.

Ronaldo José Neves, Universidade do Estado de Mato Grosso

Docente do Curso de Geografia e da Pós-Graduação em Ambiente e sistemas de Produção Agrícola (UNEMAT)

Sandra Mara da Silva Neves, Universidade do Estado de Mato Grosso

Docente do Curso de Geografia e da Pós-Graduação em Ambiente e sistemas de Produção Agrícola (UNEMAT)

Referências

ALBIERO, D.; MACIEL, A. J. S.; LOPES, A. C.; MELLO, C. A.; GAMERO, C. A. Proposta de uma máquina para colheita mecanizada de babaçu (Orbignya phalerata Mart.) para a agricultura familiar. Acta Amazônica, v.37, n. 3, p. 337-346, 2007.

BRASIL. Biodiversidade do Cerrado e Pantanal: áreas e ações prioritárias para conservação / Ministério do Meio Ambiente. – Brasília: MMA 2007. 540p.

BRASIL. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Diagnóstico Técnico, Cáceres/MT, 2004. 320p.

BRASIL. Lei No 9.985, de 18/07/2000. Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, Brasília, DF, 18 de julho de 2000. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9985.htm. Acesso em: 25/04/2015.

BRASIL. Lei nº 231 de 11/07/2007. Lei do Babaçu Libre, Brasília, DF, 2007. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/atividade-legislativa/comissoes/comissoes-permanentes/cmads/documentos/2007-08-09-comissao-aprova-lei-do-babacu-livre. Acesso em: 25/04/2015

BRASIL. Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, Diagnóstico Técnico, Cáceres/MT, 2004. 320p.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo agropecuário 2006. Disponível em: http://ibge.gov.br/home/estatistica/economia/agropecuaria/censoagro/brasil_2006/Brasil_censoagro2006.pdf. Acesso em: 25/04/2015.

LIMA, J. R. O.; SILVA, R. B.; SILVA, C. C. M.; SANTOS, L. S. S.; JUNIOR, J. R. S.; MOURA, E. M.; MOURA, C. V. R.; Biodiesel de Babaçu (Orbignya sp.) obtido por via etanólica. Revista Química Nova, v. 30, n. 3, p. 600-603, 2007.

MENDES M. F.; NEVES, S. M. S. N.; NEVES, R. J. A experiência das mulheres extrativistas do assentamento Margarida Alves em Mirassol d’oeste/MT. Geografia em Questão, v. 07, n. 01. p. 34-49, 2014.

NEVES, S. M. A. S.; NUNES, M. C. M.; NEVES, R. J. Caracterização das condições

climáticas de Cáceres/MT - Brasil, no período de 1971 a 2009: subsídios às atividades agropecuárias e turísticas municipais. Boletim Goiano de Geografia, v. 31, n. 2, p. 55 - 68, 2011.

TEIXEIRA, M. A. Biomassa de babaçu no Brasil. Disponível em: http://www.feagri.unicamp.br/energia/agre2002/pdf/0081.pdf. Acesso em: 18/03/2015.

Downloads

Publicado

2016-05-17

Edição

Seção

IX CBA 8. Biodiversidade e Bens Comuns.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>