Novas metodologias participativas como instrumento para construção de indicadores de avaliação de transição agroecológica

Autores

  • Lauana Souza Muniz Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE/UAG

Resumo

Este trabalho foi realizado com agricultores familiares do município de Calçado-PE, e teve como proposta a construção de indicadores de avaliação para transição agroecológica, tomando como base uma metodologia participativa. Os indicadores foram construídos e analisados em oficinas participativas, através de levantamento das práticas utilizadas por esses agricultores após realização de oficinas com três eixos temáticos: Práticas e produção Agroecológica, Políticas Públicas e Gestão e comercialização. Como resultados observa-se que a construção e levantamento desses indicadores podem servir como metodologia para a avaliação de processos de transição agroecológica.

Biografia do Autor

Lauana Souza Muniz, Universidade Federal Rural de Pernambuco-UFRPE/UAG

Agronomia, Agroecologia

Referências

ALTIERI, M. Agroecologia: Bases Científicas para uma agricultura sustentável. 3ª. Ed. São Paulo: Expressão Popular, 2012.

DEPONTI, C.M ; ALMEIDA, J . Indicadores para avaliação da sustentabilidade em contextos de desenvolvimento rural local. Camaquã: UFRGS, 2002.

DEPONTI, C. M. et al. Estratégia para construção de indicadores para avaliação da sustentabilidade e monitoramento de sistemas .Rev. Agroecol. e Desenv. Rur. Sustent.; Porto Alegre, 2002.

GANDIN, D. A prática do planejamento participativo. Petrópolis: Vozes, 1997.

GLIESSMAN, S.R. Agroecologia: Processos ecológicos em agricultura sustentável. Segunda Edição. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2001.

FREIRE, P. Extensão ou comunicação? Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

VERDEJO, M. E. Diagnóstico Rural Participativo: Guia Prático DRP. Brasília, MDA/ Secretaria da Agricultura Familiar, 2006.

Downloads

Publicado

2016-05-16

Edição

Seção

IX CBA 5. Construção do Conhecimento Agroecológico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)