Agricultores familiares, biodiversidade arbórea e sustentabilidade ambiental no Bioma Pampa/RS

Autores

  • Gustavo Crizel Gomes CNPq/Embrapa Clima temperado
  • Rosa Lía Barbieri Embrapa Clima Temperado
  • Carlos Alberto Barbosa Medeiros Embrapa Clima Temperado
  • João Carlos Costa Gomes Embrapa Clima Temperado
  • Greice de Almeida Schiavon Instituto Estadual de Ensino Médio Santa Rita

Resumo

O objetivo do estudo foi relacionar o conhecimento de agricultores familiares que trabalham em sistemas agroecológicos no Bioma Pampa/RS com espécies arbóreas nativas. Relata a preferência dos agricultores sobre algumas espécies presentes na floresta estacional semi-decidual submontana, as razões da preferência de acordo com suas percepções e como eles interpretam o papel da biodiversidade como indicadora de sustentabilidade e qualidade ambiental do agroecossistema.

Biografia do Autor

Rosa Lía Barbieri, Embrapa Clima Temperado

Recursos Genéticos

Carlos Alberto Barbosa Medeiros, Embrapa Clima Temperado

Agroecologia

João Carlos Costa Gomes, Embrapa Clima Temperado

Agroecologia

Greice de Almeida Schiavon, Instituto Estadual de Ensino Médio Santa Rita

Agroecologia

Referências

Almeida, D. S. de Recuperação ambiental da mata atlântica. Ilhéus: Editus. 130 p. 2000.

BARBIERI, R. L.; GOMES, J. C. C.; ALERCIA; A.; PADULOSI, S. Agricultural Biodiversity in Southern Brazil: Integrating Efforts for Conservation and Use of Neglected and Underutilized Species. Sustainability, 6(2), 741-757. 2014.

GOMES, G. C. As árvores nativas e o saber local como contribuição à sustentabilidade de agroecossistemas familiares na Serra dos Tapes, RS. 2014. 352p. Tese (Doutorado em Sistemas de Produção Agrícola Familiar). Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, 2014.

MARTINEZ, E.; LIMA, A. C.; CASALINHO, H.; SILVA, D.; WINCKEL, T. Serviços Ambientais ofertados por diferentes agroecossistemas de base familiar no Território Zona Sul do RS. Cadernos de Agroecologia, V. 8, No. 2. 2013.

REICHERT, L.; GOMES, J. C. C. A produção agroecológica como estratégia de segurança e soberania alimentar na agricultura familiar. Cadernos de Agroecologia, V. 8, No. 2. 2013.

SCHÄFFER, W. B.; PROCHNOW, M. A mata atlântica e você: como preservar, recuperar e se beneficiar da mais ameaçada floresta brasileira. Brasília: PREMAVI. p. 12-46. 2002.

TEIXEIRA, M. B.; COURA NETO, A. B,; PASTORE, U.; RANGEL FILHO, A. L. R. Vegetação. As regiões fitoecológicas, sua natureza e seus recursos econômicos. Estudo fitogeográfico. In: Levantamento de recursos naturais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Rio de Janeiro: IBGE, v. 33, p. 541-632. 1986.

VELOSO, H. P.; GÓES FILHO, L. Fitogeografia brasileira: classificação fisionômicoecológicada vegetação neotropical. Boletim Técnico Projeto Radambrasil, Série Vegetação, v. 1, p. 1-80. 1982.

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 1. Sócio biodiversidade e Território.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>