Compostagem orgânica com materiais de origem vegetal, na Amazônia Central

Autores

  • Talita dos Reis Guimarães UNINORTE
  • José Nestor de Paula Lourenço Embrapa Amazônia Ocidental
  • Rosangela dos Reis Guimaraes Embrapa Amazônia Ocidental
  • Augusto Cruz Meirelles Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
  • Francisneide de Sousa Lourenço Instituto Federal do Amazonas - Campus Manaus Zona Leste

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a temperatura e a qualidade nutricional de composto orgânico. As pilhas de compostagem foram montadas utilizando-se a biomassa verde de margaridão e mucuna-preta e das folhas secas de coqueiro, andirobeira e capim. Os materiais foram triturados e as pilhas montadas utilizando-se 70 % de biomassa seca e 30 % de biomassa verde. Foi determinado o conteúdo nutricional inicial do material foliar das espécies no início, e das pilhas de composto ao final do processo da compostagem. A temperatura das pilhas de composto foi monitorada a cada 8 dias. O delineamento foi de blocos casualizados com 5 repetições. A biomassa foliar de mucuna-preta e margaridão apresentaram teores significativos de P e K, que contribuíram para uma maior entrada desses elementos ao composto. O composto apresentou boas características nutricionais ao final do período de maturação, aos 107 dias.

Biografia do Autor

Rosangela dos Reis Guimaraes, Embrapa Amazônia Ocidental

Engenheira Agronoma, MsC em Agroecossitemas, atuando na área de desenvolvimento rural.

Referências

LOURENÇO, J.N.P. et al. Preparo de composto sem esterco animal. Manaus, (comunicado técnico 81), Embrapa Amazônia Ocidental, 2009. 6p.

VIDAL, M.B. et al. Caracterização química de vermicompostos de diferentes substratos orgânicos. Rev. Bras. Agroecologia, v. 2, n. 1, p.1321-1324, 2007.

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 > >>