Avaliação da incidência e severidade de pragas no cultivo orgânico de tomate no Assentamento Horto de Aimorés, Bauru, SP.

Autores

  • renan estevão candido rezende Universidade Federal de São Carlos
  • Rafael Virginio Santos Universidade Federal de São carlos
  • Jonas Pereira Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Roberta Cristina Silva Universidade Federal de São Carlos
  • Patricia Apolinário Universidade Federal de São Carlos
  • Paulo Rogério Lopes Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Resumo

O manejo Integrado de Pragas trabalha com métodos de prevenção, identificação e quantificação da porcentagem do ataque de pragas nas plantas antes de realizar aplicação para controle dos insetos praga a fim de evitar a morte indevida de insetos inimigos naturais e evitar a contaminação do meio ambiente e da saúde humana. O objetivo do presente trabalho foi avaliar a incidência e severidade do ataque de insetos pragas no cultivo de tomate orgânico em Bauru, SP. O experimento foi implantado em 17 de maio de 2014 em um Latossolo Vermelho Amarelo a 595 metros de altitude. Para coletar os insetos foram utilizados pratinhos amarelos com solução Moerick e instalados no campo quinzenalmente permanecendo por 24 horas, e a herbivoria foi analisada pela porcentagem de desfolha. Dentre os resultados verificados, concluiu-se que a espécie de mosca branca (Benisia tabasi) incidiu de forma crescente ao longo das coletas, já a herbivoria não atingiu Nível de Dano econômico pelos insetos desfolhadores.

Biografia do Autor

renan estevão candido rezende, Universidade Federal de São Carlos

Graduando em Agronomia com Ênfase em Agroecologia e Sistemas Rurais Sustentáveis Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade

Rafael Virginio Santos, Universidade Federal de São carlos

Graduando em Agronomia com Ênfase em Agroecologia e Sistemas Rurais Sustentáveis Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade

Jonas Pereira Silva, Universidade Federal de São Carlos

Graduando em Agronomia com Ênfase em Agroecologia e Sistemas Rurais Sustentáveis Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade

Roberta Cristina Silva, Universidade Federal de São Carlos

Graduando em Agronomia com Ênfase em Agroecologia e Sistemas Rurais Sustentáveis Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade

Patricia Apolinário, Universidade Federal de São Carlos

Graduando em Agronomia com Ênfase em Agroecologia e Sistemas Rurais Sustentáveis Centro de Ciências e Tecnologias para a Sustentabilidade

Paulo Rogério Lopes, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz

Programa de Pós Graduação em Ecologia

Referências

GIORDANO, L. B.; SILVA, J. B. C. da; BARBOSA, V. Escolha de cultivares e plantio. In: SILVA, J. B. C. da; GIORDANO, L. B. Tomate para processamento industrial. Brasília: Embrapa, 2000. p. 36-59

OLIVEIRA, J. B.; CAMARGO, M. N.; ROSSI, M.; CALDERANO FILHO, B.; Mapa Pedológico do Estado de São Paulo – Legenda Expandida. Campinas: IAC/Embrapa - Solos, 1999. 64 p. Escala 1:500.000.

RIBAS, P. P; MATSUMURA, A.T. S; Revista Liberato, Novo Hamburgo, v. 10, n. 14, p. 149-158, jul./dez. 2009.

SILVA, A. C; CARVALHO, G. A.; 2004. Manejo integrado de pragas, p. 309-366.In ALVARENGA, M. A. R.; (ed), Tomate: produção em campo e hidroponia. Lavras.UFLA, 2004. 400.p.

Downloads

Publicado

2016-05-15

Edição

Seção

IX CBA 3. Sistemas de Produção Agroecológica.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 > >>